top of page

Vereadores aprovam ensino nas escolas sobre áreas de risco e primeiros socorros



Os vereadores de Paulínia aprovaram na terça-feira (16), na 25ª Sessão Ordinária, a Política Municipal dos Princípios da Proteção e Defesa Civil nas escolas municipais. Na prática, a ideia é que alunos e funcionários aprendam noções de primeiros socorros, saibam como agir em casos de incêndio e identifiquem riscos, reduzindo sinistros.


A Prefeitura, autora da proposta, diz que as aulas serão interdisciplinares e vão construir “uma cultura para o enfrentamento das ameaças vulnerabilidades, considerando a realidade local e o contexto de risco em que cada escola está inserida”. Para virar lei, o projeto depende ainda de sanção do prefeito.


A Câmara também aprovou proposta do vereador Fábio da Van (Cidadania) determinando que o terminal rodoviário divulgue itinerários e horários dos ônibus do transporte urbano, com informações precisas, detalhadas e atualizadas. O objetivo é diminuir tempo de espera e estresse dos passageiros.


OUTROS TEMAS

Na área do esporte, foi votado o reconhecimento de manobras e acrobacias em motocicletas, conhecidas como wheeling (empinar). O autor, vereador Dr. Grilo (MDB), destaca que a prática só poderá ser feita em locais determinados, seguindo regras de segurança para o piloto e o público.


Outra proposta, do vereador Cícero Brito (MDB), institui o uso do colar de girassol como forma de identificar pessoas com deficiência ocultas (quando não são visíveis imediatamente): elas poderão escolher se usam o instrumento para informar essa condição às pessoas à sua volta.


A segurança na cidade foi tema de vários discursos no Plenário. O vice-presidente do Conseg (conselho de segurança pública), Mário Gabriel de Freitas Santos, usou a Tribuna Livre para destacar as funções da entidade e trabalhos prestados pela atual diretoria.

Comments


bottom of page