Vaquinha virtual para menino que era mantido em barril arrecada R$ 59 mil

Além do dinheiro, 980 itens, entre roupas, brinquedos e calçados, foram encaminhados para também serem entregues ao menino

Uma vaquinha virtual já arrecadou mais de R$ 59 mil para o menino de 11 anos que era mantido em um barril de lata, preso com correntes, na casa de seu pai em Campinas. A criança foi resgatada por policiais militares, no último dia 30, e permanece em um abrigo, a pedido do MP-SP (Ministério Público de São Paulo).

Além do dinheiro, 980 itens, entre roupas, brinquedos e calçados, foram encaminhados à Polícia Militar, até o último dia 5, para também serem entregues ao menino. Pai de duas crianças, de 2 e 9 anos, Diego da Silva Caetano, conhecido na internet como MC Di Magrinho, se sensibilizou ao ver as condições degradantes em que a criança era mantida em Campinas.

"Em 48 horas, fiz um rap falando sobre o sofrimento do menino e compartilhei [em redes sociais]. Algumas pessoas falaram que eu queria ganhar em cima do menino, não era nada disso, pois postagem no Facebook não dá dinheiro. Mas acabei tendo uma ideia para ajudar o menino." O artista criou uma vaquinha online, divulgando-a em suas redes sociais, para garantir transparência e evitar novas críticas. Quando lançou a campanha, dois dias após o menino ser resgatado, o MC imaginava que arrecadaria, no máximo, R$ 3 mil, que seriam repassados ao garoto.

"Mas só no primeiro dia, foram depositados R$ 7 mil, no segundo, R$ 10 mil", relembra. Até por volta das 20h desta quinta, a vaquinha contava com R$ 59.807,58 em doações, feitas por 1.339 pessoas. Na terça-feira (9), Caetano contratou uma advogada, que se articulou com o MP-SP para que o dinheiro arrecadado na campanha online seja depositado em uma conta em nome da criança. A vaquinha será mantida até a segunda-feira (15). Após isso, em cerca de 15 dias, o dinheiro cai na conta determinada pela Justiça. "Este é o tempo para cuidarmos de toda a burocracia", explicou o MC. Quem estiver interessado em contribuir na vaquinha, pode entrar no link www.vakinha.com.br/vaquinha/direcionado-ao-menino-que-estava-trancado-em-um-barriu-pelo-pai .

Fonte ACidadeOn

© 2020 Jornal de Paulínia