Prefeitura oferece projeto Memória da Arte- Revivendo 22 para idosos



Integrantes da Oficinas de Memória e Leitura oferecidas pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania, estão participando do projeto Memória da Arte – Revivendo 22.


O objetivo, de acordo com a Terapeuta Ocupacional do Centro de Convivência do Idoso “Tia Lídia”, Patrícia Ferrari, é promover a aproximação do idoso com a arte, favorecendo seu olhar criativo e pensamento crítico.


“Por meio dessa atividade, conseguimos trabalhar aspectos importantes com os idosos, como reserva cognitiva, memorização e cultura”, comentou Patrícia.


Segundo ela, o projeto foi iniciado na semana passada e terá duração de 4 meses. Além da parte teórica, os idosos também desenvolverão atividades práticas com exposição, confecção de obra de arte (tela), argila, massa plástica e maquete. Ao todo, 12 idosos participam do projeto, que também conta com a coordenação da professora Conceição Teles.


As aulas expositivas tiveram início com a contextualização da década de 20, em referência ao centenário da Semana da Arte Moderna. Cândido Portinari e Tarsila do Amaral foram dois pintores estudados. Os idosos também participarão de uma exposição, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo.


Outros nomes do Movimento Modernista que também serão trabalhados durante o projeto são do escultor Vitor Brecheret, do arquiteto George Przyrembel, e do músico, Heitor Villa-Lobos.