Petrobras vai gerar 6 mil empregos, sendo 3 mil contratações diretas e 3 mil indiretas



A Petrobras assinou na segunda-feira (09) um contrato com o Consórcio Toyo Setal HDT Paulínia, formado pelas empresas TSE e TOYO, para a construção de uma nova unidade de hidrotratamento de diesel (HDT) na Refinaria de Paulínia (Replan). O projeto permitirá à Petrobras incrementar em 10.000 m³ por dia sua produção de Diesel S-10 a partir de 2025, prazo previsto para a entrada em operação da planta.

O investimento na nova HDT será de US$ 458 milhões e a expectativa é que sejam gerados aproximadamente 3 mil empregos diretos e outros 3 mil indiretos na região, durante o período da obra. Com esta unidade, a quarta HDT da Replan, todo o diesel produzido na refinaria será de baixo teor de enxofre, além de permitir o aumento da produção de querosene de aviação (QAV).

A Petrobras segue com foco na melhoria de eficiência energética e redução de gases de efeito estufa, adequando as refinarias e se preparando para continuar competitiva. Nos próximos cinco anos, a companhia prevê investimentos de US$ 6,1 bilhões em Refino, com objetivo de expansão da capacidade de refino e para posicionar as refinarias entre as melhores do mundo em eficiência e desempenho operacional.

Inaugurada em maio de 1972, a Replan é a maior refinaria do Brasil em capacidade de processamento, com carga de 69 milhões de litros (434 mil barris) de petróleo por dia. Além de óleo diesel, a refinaria produz gasolina, querosene de aviação, asfaltos, GLP e propeno, dentre outros derivados de petróleo.