Nove cidades da RMC aderiram ao consórcio de prefeituras para compra independente de vacinas

Consórcio quer negociar compra de vacinar a partir de 22 de março

Nove cidades da Região Metropolitana de Campinas(RMC) aderiram ao consórcio de prefeituras para compra independente de vacinas contra a covid-19, segundo a listagem oficial da FNP (Frente Nacional de Prefeitos) divulgada na manhã de terça-feira (2).

São elas: Americana, Paulínia, Pedreira, Santo Antônio de Posse, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, Cosmópolis e Jaguariúna. Já Campinas, que confirmou a participação, ainda não consta no relatório.

A proposta do consórcio é que, a partir do dia 22 de março, o coletivo exista legalmente para comprar a vacina contra a covid-19, fazendo negociações independentes do governo federal. Inclusive, caso o Ministério da Saúde não aporte verba para a compra, a previsão é que as próprias administrações utilizem verbas municipais. A adesão ocorrerá até sexta-feira (5), segundo a FNP, e não haverá taxa de cobrança para isso.

CAPITAIS Entre as capitais que aderiram ao consórcio estão: Rio Branco (AC), Manaus (AM), Salvador (BA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Recife (PE), Curitiba (PR), Boa Vista (RR), Florianópolis (SC), Aracaju (SE) e Palmas (TO).