Natal 2020: Uma data de reflexão e reconhecimento durante a pandemia

Devemos manter a comunhão e sempre lembrar dos que já se foram ou os que não puderam se fazer presentes

O Natal é uma data onde todos reúnem a família e aquelas que amam. O Natal é amor e é fé, mas também é reflexão e reconhecimento. O nascimento de Jesus revela o quanto a esperança tem de ser grandiosa. Natal é presente e é Papai Noel, mas antes é paz entre todos. Em 2020 não se houve muitos motivos para sorrir, foi um ano difícil, de muitas percas. Este ano nos ensinou o quanto a vida é frágil e como precisamos um do outro para nos cuidarmos. Mostrou que mesmo longe, podemos nos fazer perto. Nos fez enxergar que para termos zelo com os mais frágeis, precisamos abrir mão de momentos e proximidade. A festa de Natal neste ano poderá não estar completa. Poderá estar faltando alguém e aquela cadeira ficará vazia. Mas, mesmo assim, devemos manter a comunhão e sempre lembrar dos que já se foram ou os que não puderam se fazer presentes. Em falar em presentes, presenteie enquanto você pode, isso não significa que tenha que ser algo material. Um abraço, um beijo – claro, sempre respeitando o distanciamento social para os grupos de risco - um eu te amo, uma chamada de vídeo já é o bastante para demonstrar o seu carinho. O Jornal de Paulínia deseja a todos vocês leitores, que nos acompanharam neste ano, um Feliz Natal e um próspero Ano Novo. Que possamos estarmos juntos neste ano que se inicia, com muitas notícias boas, prosperidade e, diferente desse ano, muito mais próximo de todos que nós amamos. Boas Festas Paulínia!


© 2020 Jornal de Paulínia