Ipem fiscaliza vagões-tanque durante operação Locomotiva em Paulínia



O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, realizou na terça-feira (15) a Operação Locomotiva em vagões-tanque, aqueles utilizados para o transporte de combustíveis líquidos, em Paulínia.

Os fiscais do Ipem-SP verificaram 20 vagões-tanque e reprovaram seis. Entre as irregularidades, corrosão localizada no corpo cilíndrico, no domo e gravação de dados incorreta no corpo cilíndrico do tanque.

No estado de São Paulo, o Ipem-SP é responsável pela verificação de vagões-tanque. O serviço, realizado desde a década de 70 pela autarquia, é executado nos terminais de carregamento, onde são verificados pelos especialistas os seguintes itens: a validade e autenticidade do certificado de verificação volumétrica – com validade de quatro anos -, e o estado geral do tanque, se não apresenta vazamentos ou partes amassadas.

Os especialistas do Ipem-SP seguem as normas da portaria Inmetro 282/2021 que estabelece as condições a que devem satisfazer os tanques de carga montados sobre veículos ferroviários, utilizados na medição e transporte de líquidos.