top of page

Câmara aprova auxílio para idosos em vulnerabilidade pagarem cuidadores

Antes de entrar em vigor, a iniciativa precisa ser sancionada pelo Prefeito Du Cazellato



Os vereadores de Paulínia aprovaram na última sessão, realizada no dia 8 de novembro, por unanimidade, o projeto que institui o Bolsa Cuidador.


O projeto visa o repasse de um salário mínimo mensal, ou seja, R$ 1.212, aos idosos acamados, com doença degenerativa ou dependentes, para pagar cuidadores. Antes de entrar em vigor, a iniciativa precisa ser sancionada pelo prefeito.


O projeto define uma série de regras para os interessados: tanto o beneficiário quanto o cuidador devem ter domicílio em Paulínia há pelo menos dois anos, assim como renda familiar de até três salários mínimos. O profissional precisará comprovar formação na área, entre outros requisitos. Uma equipe técnica avaliará os pedidos.


Na justificativa do texto, a Prefeitura diz que a bolsa visa manter os laços familiares dos idosos que necessitam, sem obrigar a transferência para instituições fora de casa.


Comments


bottom of page