Audiência Pública para decidir orçamento de 2021 é adiada para o dia 30 de novembro

A audiência pública será no Plenarinho e a entrada é aberta ao público, mas com limite de 50 lugares



A audiência pública para decidir o orçamento 2021, que estava marcada para acontecer no dia 19, foi adiada para 30 de novembro (segunda-feira) às 15h.

O debate acontece a pedido da Comissão de Finanças e Orçamento, uma oportunidade para os vereadores ouvirem a população e analisarem eventuais mudanças antes de votarem a proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA), em dezembro.

A Prefeitura definiu que as despesas somam R$ 1,6 bilhão em 2021, um aumento de 7% se comparadas com 2020 (sem correção). O Projeto de Lei 79/2020 detalha como é prevista a arrecadação com impostos e outros repasses, além de estabelecer qual o destino das verbas às secretarias municipais.

Na atual proposta, educação é a área com mais recursos, sendo R$ 457 milhões, equivalente a 28% de todo o Orçamento. Em segundo lugar está Saúde, com R$ 368,6 milhões, seguida de Previdência Social (R$ 173,4 milhões) e ações de Urbanismo (R$ 156,8 milhões). Para a Câmara Municipal devem ser destinados R$ 35,7 milhões no ano que vem.

A audiência pública será no Plenarinho e a entrada é aberta ao público, mas com limite de 50 lugares. Haverá transmissão ao vivo no site institucional (www.camarapaulinia.sp.gov.br), no perfil da Câmara no Facebook (www.facebook.com/camarapaulinia) e no canal do Legislativo no YouTube (www.youtube.com/c/CâmaraPaulínia).

Link para a proposta completa: www.consulta.siscam.com.br/camarapaulinia/arquivo?Id=122706

© 2020 Jornal de Paulínia