Homem é suspeito de tentar matar ex-mulher atropelada na Avenida Lix da Cunha

Um vídeo de circuito de segurança da rua registrou a ação e mostra o momento em que o homem joga o carro em cima da vítima


Um homem de 21 anos é suspeito de tentar matar a ex-mulher atropelada, próximo da Avenida Lix da Cunha, em Campinas. Um vídeo de circuito de segurança da rua registrou a ação e mostra o momento em que o homem joga o carro em cima da vítima, de 49 anos. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (9).

Segundo informações do portal G1, o casal ficou um ano e meio junto e está separado desde janeiro, mas, de acordo com a vítima, o homem não aceitou o término do relacionamento e passou a fazer constantes ameaças de morte para a ex. A vítima teve cortes profundos na cabeça, onde levou 18 pontos, foi encaminhada para a UPA do São José e já teve alta.

Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, a mulher, que não quis se identificar afirmou que estava com um amigo dentro do carro, quando o ex-marido começou a segui-los. Ela decidiu descer do veículo para se proteger em um comércio, quando foi atingida. O homem já havia batido no automóvel em que eles estavam durante a perseguição.

"Nesse um ano e meio eu era agredida, humilhada, ele me batia na frente dos meus filhos, que não são dele. Eu estou vivendo um terrorismo. Eu estou completamente destruída, sem saber o que fazer da minha vida, como eu vou cuidar dos meus filhos. Eu quero Justiça", afirmou à EPTV.

A vítima registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Campinas e também afirmou que possui medida protetiva contra o suspeito.

A defesa de do suspeito informou que na verdade o homem estava atrás do veículo para brigar com o amigo da mulher, e que ela entrou na frente do carro e acabou atropelada. O advogado ainda disse que o cliente estava sendo perseguido.