Sarna em cães: saiba como prevenir e como tratar

Ao contrário do que se pensam, não é só cães que vivem nas ruas podem adquirir a sarna



A sarna é uma doença causada por ácaros e que atinge a pele dos cães. Os ácaros estão sempre presentes no corpo dos cães, contudo, alguns tipos de ácaros desencadeiam reações mais nocivas e que geram muito incômodo o cão, causando coceiras intensas, feridas e até infecções.

Ao contrário do que se pensam, não é só cães que vivem nas ruas podem adquirir a sarna. Os agentes da sarna em cães se encontram em cobertores, estofadas e, até mesmo, nos brinquedos dos cachorros. Todo cão tem uma predisposição a sarna, por isso é tão importante que o tutor saiba como prevenir, identificar e tratar a doença.

Existem três tipos de sarna canina, todas causadas por diferentes ácaros e possuem características distintas. Reconhecer os sintomas de cada uma delas fará com que seu filho de quatro patas não sofra com a doença.

Sarna Demodécia

É conhecida como sarna negra, é causada pelo ácaro Demodex canis. Ao contrário das outras, esta não é contagiosa; existe uma predisposição genética para obtê-la. Sendo uma doença ligada a genética. A castração desses animais é recomendada para evitar sua propagação. Ela não tem cura, mas pode ser controlada.

Ela costuma se manifestar no corpo todo ou em pontos isolados, como cotovelos, calcanhares, queixo e na região do focinho, perto dos olhos e da boca do animais. Ao invés da coceira, a sarna negra causa feridas, inchaço, descamação e vermelhidão com secreções e cheiro forte. Além de manchas escuras e ásperas na região infectada.

Sarna Otodécica

Também conhecida como sarna de ouvido, ela afeta apenas a região auricular do animal. É causada pelo ácaro Otodectes Cynotis e é transmissível entre cães e gatos. Ela causa acúmulo de cera e muita coceira, tanto na orelha quanto no ouvido do animal.

A partir desses dois sintomas, o cachorro pode desenvolver inflamações como otite e também se ferir tentando aliviar o incômodo nas orelhas. Esse tipo de sarna não atinge humanos, mas pode passar para outros animais, por isso mantenha seu pet isolado dos demais enquanto estiver doente.

Sarna Sarcóptica

Também conhecida como Escabiose, é causada pelo Sarcoptes scabiri. Os ácaros que causam procuram as camadas mais profundas da pele para se reproduzirem de forma rápida e bem sucedida. Ela pode ser transmitida tanto para humanos quanto para outros cachorros e, até mesmo, gatos que entrem em contato direto com o animal infectado.

O ácaro responsável por esse tipo de sarna costuma agir no peito, na barriga e nos ouvidos do animal causando muita coceira, vermelhidão, queda de pelos, perde de apetite e diferentes erupções na pele do animal, que vão das manchas e bolhas até crostas amareladas.


Lembre-se de qualquer sintomas que seu pet apresentar procure um veterinário de confiança, quanto antes começar o tratamento menor será o sofrimento do seu pet.


Clínica Veterinária Animal Espaço Pet

Avenida Fausto Pietrobom, nº 577, Ouro Negro

Telefone: (19) 3217-3633

© 2020 Jornal de Paulínia