Campinas terá ‘Shopping de Camelôs’ na área do Complexo Ferroviário

O espaço de compras terá três andares e uma área total de 48 mil m², de acordo com a administração


Na manhã de quinta-feira (6), a Câmara de Vereadores de Campinas aprovou, em 1ª e 2ª discussão, um projeto de lei, de autoria do Executivo, que permite a concessão de uma área do Complexo Ferroviário do município com o objetivo de construir um shopping popular para acolher 1,2 mil camelôs que atuam no Centro. O espaço de compras terá três andares e uma área total de 48 mil m², de acordo com a administração.

A sessão aconteceu por meio do Sistema de Deliberação Remota. A proposta recebeu, nas duas discussões, voto favorável dos 20 vereadores presentes na reunião extraordinária. O shopping ficará localizado dentro do Complexo Ferroviário, onde também está a Estação Cultura. O galpão que receberá a estrutura terá de ser restaurado.

Todo o custo da obra ficará a cargo do Sindicato dos Empreendedores Individuais de Ponto Público Fixo e Móvel (Sindipeic), que fará uma divisão entre os permissionários. A estimativa é que sejam investidos cerca de R$ 25 milhões. O projeto foi assinado e detalhado pelo prefeito Jonas Donizette no dia 29 de julho e agora, depois de aprovado, segue para sanção.

A concessão terá um prazo de 17 anos, que pode ser prorrogado por mais dois prazos de 20 anos cada. Após o término da construção, os camelôs deverão ser realocados em até 30 dias para o novo espaço, e as ruas do Centro onde eles atuavam não poderão mais ser ocupadas por vendedores ambulantes.

O acordo para a construção foi firmado entre prefeitura, sindicato da categoria e o Ministério Público, que já havia determinado a retirada dos camelôs do Centro da cidade.


Como será o Shopping Popular

- 1,2 mil camelôs serão transferidos

- Área no Complexo Ferroviário terá 19 mil metros quadrados

- Prédio terá três andares, e área total deve ser de 48 mil metros quadrados

- Serão 600 vagas de estacionamento

Cadastro de camelôs será o mesmo que já está em vigor

© 2020 Jornal de Paulínia