Prefeitura concede dissídio aos funcionários públicos

Cargos comissionais, secretários, vice-prefeito e prefeito tiveram seus salários congelados até 31 de dezembro de 2021


A Prefeitura de Paulínia, por meio de Decreto Municipal, irá conceder dissídio de 4,05% para todos os servidores municipais, com exceção dos cargos comissionais, secretários, vice-prefeito e prefeito, que tiveram seus salários congelados até 31 de dezembro de 2021.

O reajuste passa a valer a partir de agosto, mas será retroativo ao mês de maio e beneficiará diretamente 4499 funcionários públicos e 605 aposentados pela Prefeitura e, pela PAULIPREV, 900 aposentados e 28 ativos. No total 6032 pessoas serão beneficiados. “Com as contas equilibradas, avançamos no dissídio do servidor público, mostrando o nosso respeito e comprometimento com toda categoria”, declarou Du Cazellato, prefeito de Paulínia.


O Decreto Municipal 7844/2020 de 23 de julho está publicado na edição 1517 do Semanário Oficial de Paulínia, de mesma data.

© 2020 Jornal de Paulínia