Alimentos proibidos para cachorros e que as pessoas não sabem


As raças de cachorros mudaram muito ao longo dos séculos, mas isso não significa que os cãezinhos deixaram de ser cãezinhos e que precisam de uma série de cuidados especiais. Um bom exemplo disso é a dieta restritiva que eles precisam ter e dos vários alimentos proibidos para cachorros que todo dono deveria conhecer.


Alimentos proibidos para cachorros

Chocolate: Nem adianta ficar com peninha, o chocolate faz parte dos alimentos proibidos para cachorro porque pode intoxicar seu cãozinho. A culpa, aliás, é de uma toxina chamada teobromina, que pode trazer muitas complicações se o pet ingerir de 100 mg a 150 mg por quilo de seu peso corporal. Se você suspeitar que seu cão comeu chocolate, procure um veterinário imediatamente!

Abacate: Persina, é o nome da substância nociva, que faz o café ser um dos alimentos proibidos para cachorros. Ela pode causar desarranjos intestinais no seu pet.

Uva e uva passas: Apenas 6 uvas podem causar insuficiência renal aguda em seu cão, sabia?

Macadâmia: In natura ou em biscoitos, nunca deixe seu cãozinho comer essa noz. Ela contém uma toxina desconhecida ainda pelos cientistas da área, mas que é capaz de afetar os músculos do animal, bem como os sistemas digestivo e nervoso dos cães. Há casos até mesmo de pets que sofreram com paralisia devido à ingestão de macadâmias.

Alho: Esse tipo de alimento também representa perigo para os cães. O alho, por exemplo, pode causar irritação no intestino e no estômago dos cães, além de causar danos nas células vermelhas do sangue.

Cebola: Também é uma vilã devido a uma toxina chamada tiosulfato. Cachorros que ingerem esse alimento podem desenvolver anemia. O perigo é grande para o animal, independente se ela está crua, cozida ou desidratada.

Doces: Os doces, de forma geral, são contraindicados para os cachorros. Isso porque o açúcar pode causar obesidade no bichinho, além de provocar problemas dentais e até mesmo diabetes. O risco não diminuiu quando se trata de doces dietéticos. Os adoçantes contém oxilitol, uma substância natural, mas que causa intoxicação imediata no cãozinho, provocando letargia, vômitos, perda da coordenação e até mesmo convulsões, dependendo da quantidade ingerida.

Massas: Bolos e outros tipos de massa também são alguns dos alimentos proibidos para cachorros. O fermento contido na massa, que a faz crescer, pode expandir no estômago do cão, fazendo com que o animal sofra com gases e cólicas. Mas o problema pode ser ainda mais sério, podendo levar até mesmo a uma ruptura intestinal.

Comidas gordurosas: Se forem massas, ou tiverem cebola por cima, aí que seu cãozinho deve ficar longe dessas comidinhas que costumam ser uma verdadeira tentação. Isso inclui pizzas, frituras, queijos e assim por diante. Esses alimentos podem causar desarranjo intestinal nos bichinhos e até mesmo pancreatite.

Bebidas alcoólicas: Embora seja meio óbvio, bebidas alcoólicas são terminantemente proibidas para os cães. O álcool pode causar intoxicação séria no bichinho, causando descoordenação, excitação ou depressão, respiração lenta, ataque cardíaco e, dependendo da quantidade ingerida, pode levar até mesmo a morte.

Leite: O organismo de seu cachorro não consegue digerir a lactose, enzima abundante no leite e em seus derivados. Isso pode causar diarreia entre outros problemas digestivos.

Carnes e ovos crus: Comida crua pode trazer uma série de transtornos para a saúde de seu pet e, por isso, estão entre os alimentos proibidos para cachorros. Um dos grandes problemas, aliás, são bactérias como a Salmonella e a E.coli, que causam intoxicação e podem até mesmo levar a morte. Isso, sem contar em uma enzina natural do ovo, que interfere diretamente na absorção de vitaminas do complexo B pelo organismo do cão e que pode levar a problemas na pelagem e na pele.

Ossos: Embora todo mundo pense que cachorros e ossos sejam um par perfeito, a verdade é que eles devem ser proibidos na dieta de seu cãozinho. Os animais domésticos podem se rasgar com eles, ferindo até mesmo o trato digestivo.

Espiga de milho: Muita gente acha engraçado ver cachorros comendo milho e alguns episódios até se tornam virais na internet. No entanto, isso é um risco para os cães. Os cachorros não digerem bem esse alimento. Além disso, se o pet engolir pedaços grandes da espiga pode sofrer uma obstrução intestinal.

Caqui, pêssego e ameixa: Essas frutas estão na lista dos alimentos proibidos para cachorros, sabia? O risco está nas sementes dessas frutas, que podem causar inflamações e até mesmo obstruções no intestino delgado do cachorro, caso ele as engula.

Café: Assim como chás pretos e outras bebidas ricas em cafeína estão na lista de alimentos proibidos para cachorros. Essas bebidas são ricas em xantinas, uma substância que pode causar sérios danos ao sistema nervoso do cachorro, prejudicando também a circulação cardíaca (que fica mais agitada). Além disso, a xantina pode prejudicar o sistema urinário do pet.

© 2020 Jornal de Paulínia