Violência contra a mulher em tempo de pandemia, por Dr. Roberto Daher

12.06.2020

 

Em meio à pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus, que tem afetado de forma significativa a vida das pessoas do mundo todo, inclusive estabelecendo a necessidade do isolamento social, vem a notícia de que a violência doméstica contra a mulher subiu aproximadamente 47% no Estado de São Paulo. 

Há de se ressaltar que este aumento significativo não é um fenômeno regional, mas mundial. Todos os países, de todas as regiões do mundo, apresentaram um aumento em maior ou menor índice, mas apresentaram.

Certamente o necessário isolamento social, acima mencionado, é um fator preponderante para isso, pois que obrigou que muitas pessoas passassem a ter suas atividades restritas ao ambiente doméstico. Inclusive mulheres de diversas idades e condições econômicas, que permaneceram praticamente confinadas com parceiros agressivos, dando a oportunidade a estes de praticarem a violência de gênero, principalmente diante da sensação de maior impunidade provocada pelo isolamento.

Outros fatores agravam comportamentos de parceiros já violentos, como o uso de álcool e a situação econômica desfavorável, que gera um desconforto real ao homem a partir do desemprego ou da diminuição de renda.

Vê-se, pois, que, a bem da verdade, o fenômeno da pandemia do coronavírus somente veio a fomentar ainda mais a violência contra a mulher e não estabelecê-la, pois certamente a violência contra a mulher, nas palavras de Catalina Oquendo, já era uma pandemia silenciosa.

Importante, aqui, fazer-se um parêntese. A violência contra a mulher não se resume à violência física, mas também psicológica, sexual, patrimonial e moral, geralmente praticadas por homens, no ambiente doméstico. Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, cerca de 70% dos casos são cometidos por cônjuges ou por alguém dentro da própria família da vítima.

Voltando à pandemia global da violência contra a mulher fato gerador de graves problemas à saúde física, mental e na vida de das mulheres, interessante frisar que a própria Organização das Nações Unidades, através de seu Secretário-Geral, reconhece o quanto acima dito, ou seja, que não é um fenômeno agudo, que ocorre em intervalos de tempo restritos, mas um problema crônico, de caráter histórico e estrutural, que antecede em muito o surgimento de coronavírus.

Estamos, pois, assistindo a um novo episódio desse fenômeno social e problema de saúde pública, que causa preocupação a todos aqueles que entendem da necessidade de combater essa forma covarde de violência. A tal ponto que o Diretor-Geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, pedisse no começo deste mês todos os países considerem os serviços de combate à violência doméstica como um serviço essencial, que deve continuar funcionando durante a resposta à Covid-19, o que o Brasil vem buscando fazer, havendo um projeto de lei em trâmite no Congresso Nacional para este fim.

Todavia, já ensinava Cesare Bonesana, o Marquês de Baccaria, ainda no século XVIII: o que inibe o criminoso à prática criminosa não é o tamanho da pena, mas a certeza de ser punido.

Temos, pois, como medidas imprescindíveis para o combate a esta modalidade criminosa, inicialmente a necessidade de diminuirmos a subnotificação dos casos. Tal fenômeno se dá, na maioria das vezes, pela medo gerado pela denúncia (muitas vezes, ao delatar tais agressões, as mulheres se expõem a riscos ainda maiores), ou pela falsa sensação de dependência emocional e econômica ao parceiro (geralmente sensação criada pelo próprio parceiro como forma de inibir a denúncia).

Todavia, de lembrar que qualquer pessoa pode denunciar toda forma de agressão contra a mulher, no que pese muitos de omitirem nisso sob a alegação de que “briga de marido e mulher, ninguém mete a colher”, uma atitude covarde, já que as agressões podem levar a lesões irrecuperáveis e até à morte.

Ademais, necessita-se uma rápida atuação dos órgãos do sistema de justiça criminal na apuração dos fatos e proteção real da vítima, o que, infelizmente, nem sempre acontece, passando necessariamente por um endurecimento ainda maior da lei, muito tímida em relação ao tema, levando efetivamente o agressor à prisão.

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

18 Sep 2020

Com filmes nostálgicos e blockbusters, ingressos custarão entre R$ 5 e R$ 20

Desde 10 de setembro, 13 novas cidades entram no circuito da programação do Festival “De Volta Para o Cinema”, parte do projeto #JuntosPeloCinema. Com curadoria do crítico Érico Borgo, a ação marca a reabertura de cinemas que já estão preparados para receber o público respeitando todos os protocolos de segurança e bem-estar estabelecidos pelos governos locais, com procedimentos bastante similares aos aplicados em todo o...

18 Sep 2020

Convênio entre o município e a União aumenta a eficiência na Gestão Tributária

A Secretaria de Negócios da Receita foi responsável pela celebração de um convênio entre o Município de Paulínia e a União, para cobrança de créditos tributários pertencentes ao Governo Federal. Como a União possui um patamar mínimo de cobrança judicial, esses créditos podem ser cobrados pelo Município, que ficará responsável pelo gerenciamento de todo o processo judicial e por todos os valores eventualmente recebidos.

...

18 Sep 2020

A atual Administração trabalha para revitalizar todo o espaço que terá playground, lanchonete e banheiros com acessibilidade

Na última semana, a Prefeitura de Paulínia começou a desmontar a estrutura existente no píer do Mini Pantanal. O objetivo é construir um novo prédio e entregar a obra em 90 dias.

O local que estava abandonado desde 2014, quando os passeios de catamarã foram suspensos, após, seus motores serem roubados, já foi alvo de inúmeras invasões.

A atual Administração trabalha para...

18 Sep 2020

Prefeitura de Paulínia desde o início adotou uma série de medidas para resguardar a população e principalmente os profissionais da área de saúde

Segundo levantamento realizado no último sábado (12) pelo site Notícias de Paulínia aponta que a quantidade de recuperados da Covid-19 em Paulínia superou a dos que estão ativos para a doença, entre os dias 6 a 12 de setembro. Entre os casos confirmados, 3.095 estão recuperados e 3.313 estão com o coronavírus.

Está é a segunda semana consecutiva que o núm...

18 Sep 2020

O objetivo da Administração é estender o trabalho para outros locais da cidade, como já vem ocorrendo

A Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretaria de Transportes de Paulínia está realizando o serviço de pintura de solo e sinalização em diversas ruas da cidade. Três bairros foram contemplados com a ação realizada nas últimas semanas. 

As sinalizações e pintura ocorreram no Santa Terezinha, mas imediações da igreja, no Monte Alegre e no São José, no balão Avenida João Vieira com José Pucinelli....

18 Sep 2020

No domingo (20) haverá um plantio de mudas que será feito por ciclistas, moradores da região e alunos do Paulínia Racing

O pump track do Residencial Olinda foi finalizado nesta semana. Construído pela Administração com apoio do Paulínia Racing Team, a pista recebeu impermeabilização e ao redor a grama foi replantada. Placas de sinalização também foram instaladas.

No domingo (20) haverá um plantio de mudas que será feito por ciclistas, moradores da região e alunos do Paulínia Racing Team com a orie...

18 Sep 2020

Os cachorros costumam dormir dez horas, no mínimo, sem contar os cochilos que podem duras cerca de meia hora

Assim como os humanos, os cães também precisam ter boas horas de sono para recarregar as energias – tanto físicas quanto mentais. Os cachorros costumam dormir dez horas, no mínimo, sem contar os cochilos que podem duras cerca de meia hora. Mas diversos fatores podem influenciar o tempo de sono.

Fatores que podem influenciar

Ambientes mais silenciosos e escuros são muito mais atraentes para t...

18 Sep 2020


Inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet

Por meio do programa Progredir, o Ministério da Cidadania está ofertando 14 mil vagas, de para pessoas que são atendidas pelo Bolsa Família e estão inscritas no Cadastro Único do governo federal. Segundo a pasta, estão abertas vagas comércio, indústria, construção civil, entre outras áreas.

A maior parte dos postos de trabalho não exige experiência ou alto nível de escolaridade. Além de participar do Bolsa Família e do Cadastro Único, o int...

18 Sep 2020

O abrigo está passando por um momento difícil e impossibilitado de realizar eventos para ajudar com os gastos da instituição

Mais uma vez, o Lar dos Idosos Irmã Rosália localizado em Cosmópolis, está aqui pedindo ajuda com doação de fraldas geriátricas tamanho G e XG.

“Hoje usamos em média 200 fraldas por semana e não está sendo fácil manter”, disse a representante do Lar.

Segundo os responsáveis, o abrigo está passando por um momento difícil e impossibilitado de realizar eventos para ajudar com os...

18 Sep 2020

Segundo apurações, o acidente ocorreu na área da forjaria da empresa

Um líder de produção de 26 anos, morreu após um acidente de trabalho que ocorreu no interior da empresa metalúrgica Villares Metals, no Jardim Santa Carolina, na região do Maria Antonia, em Sumaré, na tarde da quarta-feira (16). As primeiras apurações dão conta que o acidente ocorreu na área da forjaria da empresa.
O corpo da vítima foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Americana para a realização de exame necroscópi...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia