Em meio à pandemia, Sindicato dos Servidores de Paulínia reivindica reajuste salarial

05.06.2020

Sindicato diz não se tratar de aumento e sim cumprimento da Lei Municipal e garantia constitucional, porém o Governo Federal proíbe qualquer adição de salários em decorrência a pandemia

 

(Reprodução): A presidente do Sindicato, Claudia Pompeu, fez uso da Tribuna Livre na última sessão da Câmara cobrando apoio dos vereadores para resolução do problema.
 


O Sindicato dos Servidores Públicos de Paulínia entrou com uma ação judicial na Procuradoria do Trabalho de Campinas, solicitando o pagamento das datas-bases de 2019 e 2020, alegando ser um ‘direito constitucional absoluto’.
Segundo a assessoria de imprensa da Administração, em uma mediação com representantes da Prefeitura, foi mostrado que houve uma redução significativa de arrecadação no município, na ordem de R$ 30 milhões a menos por mês e que o prefeito Du Cazellato tem feito máximo esforço para equilibrar as contas públicas.
No processo judicial, o Sindicato contestou os números apresentados pela prefeitura e anexou parecer financeiro de Victor Hugo Tonin, do Departamento de Economia da Unicamp.

Em consulta ao Conselho Regional de Economia, foi constatado que Tonin não tem formação em Economia e não pode exercer a profissão por não ter registro profissional. Percebeu-se também que houve violação à legislação federal, sendo que o parecer não tem nenhuma validade jurídica.
Além disso, o Tribunal de Contas e o Ministério Público Estadual vêm emitindo vários alertas sobre a necessidade de prestação de contas, de equilíbrio fiscal e transparência, ainda mais neste momento de pandemia do coronavírus. O governo federal também aprovou no último dia 28 de maio a Lei Complementar nº 173/2020, que proíbe os municípios afetados pela calamidade pública decorrente da Covid-19 de conceder qualquer aumento ou reajuste de salários aos servidores municipais.
Tribuna
A presidente do Sindicato, Claudia Pompeu, fez uso da Tribuna Livre na última sessão da Câmara, realizada na terça-feira (2), cobrando apoio dos vereadores para resolução do problema.

“Os servidores públicos não estão pedindo aumento. Já não estavam pedindo aumento nem em 2019. O que está sendo pleiteado pelos servidores hoje é a regularização dessa verba (data-base)”, alegou a presidente.
De acordo com estudos realizados pela Prefeitura, para realizar o pagamento desse reajuste, o Executivo teria que disponibilizar R$ 16 milhões este ano e R$ 27 milhões em 2021. Segundo o assessor especial da prefeitura, João Victor, que também fez uso da Tribuna na última sessão, a prefeitura havia se comprometido a pagar os valores devidos, pois os estudos haviam sido feitos em um cenário em que não contava com o agravamento da crise econômica, oriunda da crise sanitária.
“O município não conseguiria suportar a concessão desses reajustes e achamos prudente trabalhar com uma base sólida fiscal para conseguir manter em dia o pagamento dos salários. Com essa visão, foi que decidiu-se não apresentar o projeto à Câmara. Paulínia vem de um histórico de falta de controle nas suas contas públicas. Há mais de dois, o município não conseguia se adequar ao limite de gasto da Lei de Responsabilidade Fiscal”, explicou o assessor.
João Victor disse ainda ser irracional acreditar que o prefeito Du Cazellato não queira conceder o reajuste. “Muito pelo contrário, o prefeito já havia demonstrado total desejo em fazer isso. Porém, fomos pegos de surpresa por essa pandemia. Seria no mínimo razoável que o sindicato entendesse essa situação. A Administração tem feito todos os esforços para pagar os salários em dia, entendo a importância disso para as famílias”, concluiu o assessor.

Outro lado

Por outro lado, procurada pela equipe de reportagem do JP, a presidente Claudia Pompeu deu a seguinte declaração:

“Fazendo um histórico bem breve, o Sindicato já vinha tratando da data-base dos servidores, dos anos de 2019 e 2020, muito antes da pandemia e também antes da aprovação do LC 173/20, que trata recentemente do congelamento dos salários”.

E frisou que não se trata de aumento de salário, mas do cumprimento da Lei Municipal e de garantia constitucional, que é a revisão geral anual das perdas inflacionárias.

“Em 2019 em decisões muito responsáveis da categoria, optou-se pela regularização do abono, visando principalmente preservar os aposentados, que são servidores que dedicaram sua vida ao serviço público do município, no entanto essa proposta não se efetivou. Este ano foi retomada a discussão com esta Administração - lembrando que houve uma transição de prefeitos atípica - e depois de várias reuniões, o Prefeito fez uma proposta, que estava muito abaixo do esperado, porém já diante da situação da pandemia, os servidores aprovaram. O que estamos cobrando é o que o próprio Prefeito propôs e protocolou na Câmara na sexta feira dia 20 de março e pediu pra retirar na segunda sem se dirigir, explicar ou propor outra solução para os Servidores, Sindicato e Comissão eleita.
Desta forma, seguimos cobrando uma solução por parte da Administração para a data base de 2019 e 2020 que, destacando não é aumento salarial. Não podemos permitir, principalmente nesta pandemia, onde se mostra ainda mais a importância do serviço público, que o Prefeito trate assim os Servidores. Seguiremos na luta!”, finalizou em nota.

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

23 Oct 2020

Prefeito Du Cazellato autorizou a aquisição de 12.000 planos pelo período de seis meses em razão das aulas presenciais suspensas pela pandemia

O prefeito Du Cazellato (PL) autorizou a aquisição de 12.000 planos da operadora Tim S/A , com franquia mensal de 10GB de internet e serviço de voz ilimitado, para alunos da rede municipal de ensino.

Segundo o extrato do contrato, a ação é visando a melhoria do acesso aos conteúdos pedagógicos inseridos pela Secretaria Municipal de Educação na plataforma re...

23 Oct 2020

Além dos benefícios à autoimagem, o uso do lenço age positivamente no tratamento da paciente

Muitas mulheres, enquanto enfrentam o tratamento contra o câncer, relatam que um dos momentos emblemáticos é quando começam a cair os cabelos e, com eles, uma parte importante da autoestima. Sentir-se feminina importa muito na qualidade de vida e recuperação das pacientes; foi por isso, que durante o Outubro Rosa, movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, que o laborató...

23 Oct 2020

Executivo municipal é responsável por gestão dos serviços públicos

Em 2020, aproximadamente 148 milhões de eleitores estão aptos a ir às urnas em novembro para escolher prefeitos e vereadores. Mas você sabe o que faz um prefeito? Representante máximo do Poder Executivo municipal, é ele quem comanda a administração da cidade e é o responsável pela gestão dos serviços públicos do município como educação, saúde, transporte e limpeza pública, entre outros.

Muitas dessas políti...

23 Oct 2020

Os Cães de Serviço são divididos por categorias, cada um com suas particularidades, mas todos igualmente especiais e importantes


Os Cães de Serviço são divididos por categorias, cada um com suas particularidades, mas todos igualmente especiais e importantes. Existem os cães treinados para auxiliar autistas, para diabéticos, de alerta e de mobilidade.

Os cães para autistas aprendem a deitar no chão, impedindo que uma criança saia correndo e fuja. Os cães para diabéticos avisam quando há grandes...

23 Oct 2020

A motorista, que veio a óbito no local, era técnica de enfermagem do Caism, da Unicamp

Na tarde da última quinta-feira (22), um grave acidente matou duas pessoas na Rodovia Virginia Viel Campo Dall'Orto (SPA 115/330), em Sumaré. Entre as vítimas está o gerente da Secretária de Serviços Públicos do município, Rildo José Sanches, de 52 anos.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, a colisão ocorreu por volta de 13h20, na região do bairro Chácara Bela Vista.

A condutora de um Renault Clio trafegav...

23 Oct 2020

A praça do Bom Retiro também foi beneficiada com nova pintura e areia na área dos brinquedos


Os trabalhos de recuperação dos campos de futebol da cidade, foram concluídos pela Prefeitura de Paulínia nesta semana em mais dois locais.

Os bairros Vila Nunes e Bom Retiro agora contam novos campos de futebol. A Secretaria de Esportes reformou o alambrado, instalou ponto de hidratação, trocou as redes dos gols de ambos os locais. No Vila Nunes também foi feita a marcação do solo.

A praça do Bom Reti...

23 Oct 2020

Os trabalhos realizados pela Prefeitura já passaram por ruas do Jardim Itapuã, Centro, José Paulino Nogueira, Monte Alegre 3 e São José

O trabalho de pintura do solo realizado pela Administração Municipal nesta semana atendeu vias do Jardim Vista Alegre, Monte Alegre 1, Nova Paulínia e São José.

Trechos das Avenidas dos Trabalhadores e dos Expedicionários estão entre os locais que receberam melhorias de sinalização, além do cruzamento entre as Ruas Santa Cruz e 9 de Julho.

A Secretaria de Trans...

23 Oct 2020

A live será transmitida na página do Facebook do CMDM

Nesta sexta-feira (23) às 19h30 o Conselho Municipal do Direito da Mulher de Paulínia realiza um bate papo com Adhara Campos Vieira sobre “As Constelações Familiares e a Violência Doméstica”.

A convidada é Mestre em Direitos Humanos pela Universidade de Brasília, graduada em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília (UnB), Bacharel em Direito, autora do livro “A constelação no Judiciário” e Presidente da Associação Brasileira de Constela...

16 Oct 2020

A licença de instalação deverá ser emitida em breve, o que possibilitará o começo das obras

O início das obras de construção do novo sistema viário que vai ligar a região do Monte Alegre ao João Aranha, está cada dia mais próximo para a população paulinense.

Na quinta-feira (15) a Prefeitura de Paulínia publicou na edição 1549 do Semanário Oficial, a Licença Prévia 1/2020, emitida pela Secretaria de Meio Ambiente, com validade de dois anos.  A Comissão de Licenciamento da Prefeitura de Paulínia, c...

16 Oct 2020

Estudos mais recentes indicam que as crianças são as mais contaminadas e mais assintomáticas para o coronavírus, com uma taxa de aproximadamente 70%

A Prefeitura Municipal de Paulínia comunicou comunicar oficialmente sobre o não retorno das atividades e aulas presenciais nas escolas e unidades da rede municipal de educação no ano letivo de 2020.  A decisão pauta-se em critérios eminentemente técnicos e científicos, com a finalidade precípua de proteger as crianças, os trabalhadores e a comunidade...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia