Criminalidade, por Dr. Roberto Daher

29.05.2020

 

 

 

É muito comum me questionarem qual seria a solução para a criminalidade, como combatê-la. Infelizmente, meus amigos, não tenho uma fórmula mágica. Aliás, acho que todos perceberam, ninguém tem.

Inicialmente, temos que levar em conta que ninguém combate de forma eficaz um inimigo sem antes conhecê-lo, ainda que superficialmente. Pois bem, existe uma ciência, chamada criminologia, que estuda o crime sob o aspecto social: suas causas e consequências.

Uma das mais importantes correntes da criminologia moderna, ao invés de estudar o porquê alguns indivíduos praticam crimes, questiona as razões pelas quais a maioria deles não os pratica.

Esta corrente, denominada por Teoria dos Controles, parte do pressuposto que, na verdade, todo homem é um criminoso em potencial, dada sua origem animal.

Interessante um exercício proposto pelos estudiosos desta Teoria para comprovar o quanto acima dito: quem nunca teve vontade de matar alguém?

Aliás, quem, além de ter esta vontade, não chegou a planejar como o faria?

Estudos apontam que pouco mais de 70% das mulheres e 80% dos homens já haviam não só demonstrado a vontade de matar alguém, mas também planejado de forma minuciosa como o faria.

Pois bem, se temos esta vontade, porque não matamos?! Aí entram os controles. Na verdade, três. O primeiro, denominado autocontrole, é aquele que não só nasce conosco, mas que adquirimos desde a tenra infância. É influenciado pela educação dos pais, pela Igreja, pela escola e, até, pelo meio social.

O segundo é o denominado controle informal. Basicamente é a forma como a sociedade reage diante da prática de um delito ou um ato imoral. A reação social e sua repercussão em nós mesmos. Quanto mais “frouxa” a sociedade no que diz respeito à aceitação da prática de atos ilícitos e imorais, maior a tendência de termos crimes praticados em larga escala.

E o terceiro controle, este de responsabilidade maior do Estado, é o controle formal, o chamado sistema de justiça criminal, que começa com o policiamento preventivo, passa pela polícia judiciária, Ministério Público, Justiça e administração penitenciária.

Fazendo uma análise do que temos hoje em nosso país, verifica-se facilmente que a criminalidade tem um campo fértil para seu crescimento. O criminosos não tem qualquer receio de praticar delitos, pois sabe que dificilmente será punido, já que, começando pelo controle formal, temos ele como ineficiente, desde sua origem até o final. Pequena parte dos criminosos são identificados, processados e presos e, quando o são, raramente são ressocializados, voltando ao crime após serem soltos.

Por sua vez, o controle informal está cada vez mais permissivo: aceitamos com naturalidade fatos que deveriam merecer uma maior preocupação da nossa parte. Nos conformamos, até, em termos pessoas ocupando cargos públicos, muitas vezes ali levados pelo voto, que mereceriam estar atrás das grades!

E em relação ao autocontrole, o ritmo que a vida nos impõe, nos impede de dar a necessária atenção a nossos filhos, jogando a responsabilidade por educá-los às escolas, para o quê não foram criadas. Resultado: nossas crianças estão sendo “educadas” nas ruas.

Vê-se, pois, um ambiente pessimista para o combate à criminalidade em nosso País.

Todavia, há o lado positivo, só cabe a nós, integrantes da sociedade, em especial àquelas pessoas de bem, que vivem de seu salário, suado e honesto, mudar essa situação, através de mudanças de comportamento, individual e social.

Obviamente que os resultados não serão imediatos, pois a mudança de comportamento não ocorre de um dia para outro, talvez anos. Mas se não dermos início a isso em breve, infelizmente estaremos fadados a perpetuar uma sociedade doente.

Mas como se daria esta mudança de comportamento? Primeiramente, e talvez mais importante, buscando levar a cargos públicos pessoas igualmente de bem, sem qualquer risco de envolvimento com a criminalidade. Não podemos deixar ‘raposas tomarem conta do galinheiro’!

Por muitas vezes, a fim de obter benefícios pessoais, nos rendemos a pessoas de má índole. O preço desse egoísmo é caro e será pago pelos nossos filhos e netos. De forma cada vez mais gravosa. Esse é o primeiro passo: tendo agentes públicos de bem, preocupados de fato com a sociedade e não como beneficiar somente a si próprio ou a um grupo social determinado, por vezes não muito bem intencionado, para dizer o mínimo, por certo teremos uma mudança de política pública, voltada para o atendimento dos anseios sociais mais básicos, tais como educação, saúde e segurança.

Tiraremos nossas crianças das ruas, podendo lhes dar uma educação mais adequada, em ambiente igualmente mais adequado. Promoveremos mudanças radicais na legislação penal e processual penal, retirando um pouco desse ambiente permissivo, que tanto agrada a quem se quer manter impune.

Transformaremos nossas instituições, tornando-as mais eficientes, de modo a dar causa a preocupação aos criminosos, temerosos de que haverão de ser punidos em caso de desvio de conduta.

Reflexo disso, passaremos a ter boas práticas de nossos governantes comprometidos com a sociedade, de modo a se ter uma mudança de postura da população quanto à aceitação de atos ilícitos e imorais, não só não mais os tolerando, mas principalmente combatendo-os.

Vê-se, pois, que a resposta à pergunta inicial, como podemos combater a criminalidade, passa necessariamente pela mudança de comportamento, pessoal e social, abrindo mão de interesses pessoais, algumas vezes até mesquinhos, em prol de uma sociedade melhor, se não para nós, ao menos para nossos filhos e netos.

Bradamos que o Estado não nos dá segurança, esquecendo-nos que o Estado somos nós!

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

18 Sep 2020

Com filmes nostálgicos e blockbusters, ingressos custarão entre R$ 5 e R$ 20

Desde 10 de setembro, 13 novas cidades entram no circuito da programação do Festival “De Volta Para o Cinema”, parte do projeto #JuntosPeloCinema. Com curadoria do crítico Érico Borgo, a ação marca a reabertura de cinemas que já estão preparados para receber o público respeitando todos os protocolos de segurança e bem-estar estabelecidos pelos governos locais, com procedimentos bastante similares aos aplicados em todo o...

18 Sep 2020

Convênio entre o município e a União aumenta a eficiência na Gestão Tributária

A Secretaria de Negócios da Receita foi responsável pela celebração de um convênio entre o Município de Paulínia e a União, para cobrança de créditos tributários pertencentes ao Governo Federal. Como a União possui um patamar mínimo de cobrança judicial, esses créditos podem ser cobrados pelo Município, que ficará responsável pelo gerenciamento de todo o processo judicial e por todos os valores eventualmente recebidos.

...

18 Sep 2020

A atual Administração trabalha para revitalizar todo o espaço que terá playground, lanchonete e banheiros com acessibilidade

Na última semana, a Prefeitura de Paulínia começou a desmontar a estrutura existente no píer do Mini Pantanal. O objetivo é construir um novo prédio e entregar a obra em 90 dias.

O local que estava abandonado desde 2014, quando os passeios de catamarã foram suspensos, após, seus motores serem roubados, já foi alvo de inúmeras invasões.

A atual Administração trabalha para...

18 Sep 2020

Prefeitura de Paulínia desde o início adotou uma série de medidas para resguardar a população e principalmente os profissionais da área de saúde

Segundo levantamento realizado no último sábado (12) pelo site Notícias de Paulínia aponta que a quantidade de recuperados da Covid-19 em Paulínia superou a dos que estão ativos para a doença, entre os dias 6 a 12 de setembro. Entre os casos confirmados, 3.095 estão recuperados e 3.313 estão com o coronavírus.

Está é a segunda semana consecutiva que o núm...

18 Sep 2020

O objetivo da Administração é estender o trabalho para outros locais da cidade, como já vem ocorrendo

A Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretaria de Transportes de Paulínia está realizando o serviço de pintura de solo e sinalização em diversas ruas da cidade. Três bairros foram contemplados com a ação realizada nas últimas semanas. 

As sinalizações e pintura ocorreram no Santa Terezinha, mas imediações da igreja, no Monte Alegre e no São José, no balão Avenida João Vieira com José Pucinelli....

18 Sep 2020

No domingo (20) haverá um plantio de mudas que será feito por ciclistas, moradores da região e alunos do Paulínia Racing

O pump track do Residencial Olinda foi finalizado nesta semana. Construído pela Administração com apoio do Paulínia Racing Team, a pista recebeu impermeabilização e ao redor a grama foi replantada. Placas de sinalização também foram instaladas.

No domingo (20) haverá um plantio de mudas que será feito por ciclistas, moradores da região e alunos do Paulínia Racing Team com a orie...

18 Sep 2020

Os cachorros costumam dormir dez horas, no mínimo, sem contar os cochilos que podem duras cerca de meia hora

Assim como os humanos, os cães também precisam ter boas horas de sono para recarregar as energias – tanto físicas quanto mentais. Os cachorros costumam dormir dez horas, no mínimo, sem contar os cochilos que podem duras cerca de meia hora. Mas diversos fatores podem influenciar o tempo de sono.

Fatores que podem influenciar

Ambientes mais silenciosos e escuros são muito mais atraentes para t...

18 Sep 2020


Inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet

Por meio do programa Progredir, o Ministério da Cidadania está ofertando 14 mil vagas, de para pessoas que são atendidas pelo Bolsa Família e estão inscritas no Cadastro Único do governo federal. Segundo a pasta, estão abertas vagas comércio, indústria, construção civil, entre outras áreas.

A maior parte dos postos de trabalho não exige experiência ou alto nível de escolaridade. Além de participar do Bolsa Família e do Cadastro Único, o int...

18 Sep 2020

O abrigo está passando por um momento difícil e impossibilitado de realizar eventos para ajudar com os gastos da instituição

Mais uma vez, o Lar dos Idosos Irmã Rosália localizado em Cosmópolis, está aqui pedindo ajuda com doação de fraldas geriátricas tamanho G e XG.

“Hoje usamos em média 200 fraldas por semana e não está sendo fácil manter”, disse a representante do Lar.

Segundo os responsáveis, o abrigo está passando por um momento difícil e impossibilitado de realizar eventos para ajudar com os...

18 Sep 2020

Segundo apurações, o acidente ocorreu na área da forjaria da empresa

Um líder de produção de 26 anos, morreu após um acidente de trabalho que ocorreu no interior da empresa metalúrgica Villares Metals, no Jardim Santa Carolina, na região do Maria Antonia, em Sumaré, na tarde da quarta-feira (16). As primeiras apurações dão conta que o acidente ocorreu na área da forjaria da empresa.
O corpo da vítima foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Americana para a realização de exame necroscópi...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia