Petrobras inicia testes rápidos em trabalhadores na Refinaria de Paulínia

Os testes na maior refinaria da Petrobras começam na mesma semana em que a unidade completa 48 anos


A Petrobras iniciou, na quarta-feira (13), a realização de testes rápidos na Refinaria de Paulínia (Replan), maior refinaria da Petrobras em capacidade de processamento. Os testes foram disponibilizados no mesmo dia em que a unidade completou 48 anos (12) e começaram a ser aplicados. As refinarias, térmicas e unidades de tratamento gás da companhia em todo o país começam a ser atendidas esta semana por meio de contratos com laboratórios ou distribuição de kits de testes rápidos adquiridos pela Petrobras. Serão priorizados inicialmente os profissionais que trabalham nas equipes de saúde de todas as unidades e as equipes operacionais nos estados onde o quadro de saúde é mais crítico, como o Amazonas (já implementado para as operações no polo Arara / Urucú e Reman, com expansão dos testes para as térmicas), Ceará e Pernambuco. A companhia já utiliza testes rápidos antes do embarque para plataformas.

Este tipo de exame detecta a presença de anticorpos no sangue e, portanto, é útil para identificar pessoas que possam estar com uma infecção ativa há alguns dias (IgM positivo), porém sem manifestação de sintomas, assim como aquelas que possam ter tido uma infecção assintomática no passado, estão imunes e não mais transmitem o vírus (IgG positivo). Como funcionam os testes rápidos? O exame é de simples realização, através da coleta de uma gota de sangue na ponta do dedo com resultado em até 30 minutos. O teste rápido identifica dois tipos de anticorpos que são desenvolvidos no organismo para o combate ao vírus, as imunoglobulinas IgM e IgG. O primeiro a se formar é o IgM, que indica que a pessoa pode estar com uma infecção ativa ou ter tido uma infecção recentemente, por isso ela pode estar transmitindo o vírus e deverá ser mantida em isolamento. Na sequência, forma-se o IgG, que indica que o vírus foi combatido pela defesa natural do organismo e que a pessoa está desenvolvendo imunidade à doença, caso em que será autorizado o retorno ao trabalho.


Testes na Petrobras Ao todo, já foram realizados mais de 9 miltestes para Covid-19 entre empregados, prestadores de serviços e contactantes de casos suspeitos. A companhia testa todos os colaboradores com suspeita, sendo uma das primeiras empresas brasileiras a realizar esse procedimento em larga escala. A estratégia de testagem da Petrobras segue as recomendações das autoridades sanitárias e órgãos reguladores.