Cooperativa de Paulínia com 18 anos de existência, agoniza por falta de resíduos

15.05.2020

O presidente da Cooperlínia, que já foi modelo de sucesso em todo o Brasil, apela para que autoridades tracem plano para salvar cadeia da reciclagem

 

 

 

Que a pandemia do Coronovírus tem efeitos devastadores em todas as áreas da sociedade, nós já sabemos, mas um setor em especial perece de forma mais intensa e silenciosa devido à falta histórica de investimentos e conscientização – a da reciclagem. De acordo com a Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais) com as pessoas passando mais tempo em casa, os resíduos tendem a aumentar entre 15% e 25%, segundo estudo do final de abril.

Há praticamente dois meses, as autoridades brasileiras recomendam o isolamento social como forma de conter o avanço do Coronavírus. Quem pode ficar em casa, está colaborando e, com a taxa de adesão ao isolamento em torno de 50% na região de Campinas, há um reflexo direto no descarte. Porém, o que antes era reaproveitado e enviado para a reciclagem corretamente, hoje se perde, muito pela falta de políticas públicas, como lamenta o presidente da Cooperlínia (Cooperativa de Reciclagem de Paulínia), José Carlos Silva. Fundada há 18 anos, o presidente conta que a equipe ficou em casa por mais de um mês, e que agora, voltando ao trabalho, sofre com a falta da segregação adequada domiciliar, o que resulta em grandes perdas de material, que fatalmente, acaba no aterro.

“Nossa vida sempre foi difícil porque, infelizmente, ainda precisamos lutar para que os políticos se sensibilizem com a causa e se comprometam com educação ambiental e coleta seletiva, mas agora enfrentamos nosso pior momento. Estamos às vias de fechar e mandar todo mundo embora, por falta de material para trabalharmos com dignidade e por falta de apoio”, desabafa.

Ele explica que a cooperativa, que conta com 25 pessoas, ficou parada para evitar contaminação e, nesse período, os resíduos recicláveis foram encaminhados para o Aterro Estre, e separados por uma máquina. Agora, que estão retornando às atividades, seguindo todos os protocolos de higiene, os cooperados estão sofrendo com a qualidade dos materiais que chegam.

“Nós precisamos do mínimo de separação correta dentro das casas, para que nosso serviço valha a pena. Quando o material chega para nós, está contaminado por resíduos orgânicos e perdemos tudo, infelizmente uma situação terrível. Não há o que separar!”.

José Carlos conta que a cooperativa, que foi modelo de negócios e sustentabilidade e referência no Brasil, chegou a separar, em sua melhor época, 250 toneladas de resíduos por mês, com cerca de 20% de rejeito e oferecia dignidade para 42 famílias, há cerca de cinco anos. Recentemente estava trabalhando com metade desse número, segregando 130 toneladas por mês, dos quais quase 50% são perdidos devido à contaminação.

 

Apelo

Os cooperados trabalham com equipamentos de proteção individual, têm refeições e dividem os rendimentos, mas para isso precisam da matéria-prima. O que para muitos não serve mais, é dignidade para quem vive do lixo e movimenta uma cadeia milionária. Agora, nesse momento de pandemia, atendem mais exigências de higiene, inclusive só manuseiam resíduos

que ficam em “quarentena” numa baía de recebimento por quatro dias, período considerado ideal que impede a possibilidade de contaminação da permanência do vírus nos materiais recicláveis.

“Vários setores vão precisar de ajuda para se reerguerem, principalmente o nosso, porque ainda falta muita responsabilidade dos cidadãos e os políticos. E para nos ajudar basta pouco, que o prefeito melhore a estrutura que já existe e reforce o trabalho de conscientização, levando a sério a questão. Enquanto isso não acontece, clamamos por ajuda imediata, porque não sabemos nem como pagar os rendimentos do próximo mês”, intercede José Carlos.

 

Condomínios

Dos últimos anos para cá, a Cooperlínia estava trabalhando com resíduos industriais e de condomínios, considerados de baixo rejeito, mas José Carlos conta que o descaso está tamanho que até os moradores dos residenciais começaram a relaxar na hora de separar. “Para isso também pedimos ajuda da Prefeitura para que possamos alcançar mais condomínios. Numa cidade com 70, atendemos apenas dez. Isso é muito ruim, não há incentivo de nenhuma parte”.

 

Descaso nacional

O Brasil é um dos poucos países onde a reciclagem de materiais não é considerada essencial. Com base em dados de 10 de abril, o BIR (Bureau of International Recycling), que representa cerca de 30 mil recicladores em mais de 70 países em todo o mundo, divulgou estudo, no qual mostra globalmente onde a atividade de reciclagem foi considerada essencial neste período de pandemia da Covid-19.

Conforme a entidade, países como a China, EUA, Itália, Espanha, França, Inglaterra, Alemanha, Bélgica, Canadá e Chile autorizaram a operação das empresas que coletam, classificam e processam materiais recicláveis, por considerá-la essencial para proteger a saúde humana e o meio ambiente.

O Brasil é um dos poucos, entre os países membros do BIR, onde essa atividade continua sendo considerada não essencial, embora tenha uma das maiores cadeias de reciclagem de materiais do mundo.

“Lamentamos essa situação de descaso estrutural, onde quem quer fazer alguma coisa, luta praticamente sozinho. É muito triste porque penso muito nas famílias que vivem dignamente numa estrutura. Muitos fugiram da situação de catadores de rua, agora imaginem o retrocesso que vivemos”, finaliza o presidente da Cooperlínia Ambiental do Brasil.

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

27 May 2020

Todas as medidas, serão constantemente analisadas pelo CPEC, com a possibilidade de regressão em caso de dados adversos


A Prefeitura de Paulínia a partir desta quarta-feira (27) amplia o número de serviços que podem exercer suas atividades, seguindo as medidas preventivas de higiene.
A medida foi tomada pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (CPEC), visando a reabertura gradativa do comércio local. Outras atividades deverão ser liberadas em outras etapas.
Todas as medidas, serão...

22 May 2020

O projeto prevê que o despejo do inquilino também será proibido mesmo com o descumprimento do acordo fechado entre proprietário e locatário

O Senado Federal aprovou na noite de terça-feira (19) um projeto que proíbe o despejo de inquilinos durante a pandemia do novo coronavírus. Aprovado por 68 votos a 15, o texto segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o projeto, de 20 de março — data em que o Congresso aprovou o estado de calamidade pública no país — a 30 de outubro,...

22 May 2020

51% dos cadastros foram feitos por moradores de fora, incluindo pessoas que informaram residir nos estados da Bahia e Minas Gerais

A Prefeitura de Paulínia confirmou que 51% dos cadastros para recebimento de cestas básicas emergenciais, durante a pandemia do novo coronavírus, foram feitos por moradores de fora da cidade, incluindo pessoas que informaram residir nos estados da Bahia e Minas Gerais. A distribuição dos alimentos teve início pela manhã da última segunda-feira (18) e é destinada apena...

22 May 2020

O grupo optou por implantar o sistema desenvolvido e utilizado em outros países, o “Elopement Wedding”

Em tempos de isolamento social, empresas que organizam casamentos estão tendo que se reinventam para realizar o sonho de casais e manter algumas cerimônias que já estavam agendadas. O Grupo Imagem, de Paulínia, optou por implantar o sistema desenvolvido e utilizado em outros países, o “Elopement Wedding”, que em tradução livre significa casamento a dois.

A cerimônia é feita apenas com a presença...

22 May 2020

As seguintes cidades ficaram abaixo de 50%: Hortolândia (49%), Paulínia (49%) e Santa Bárbara d'Oeste (47%)

(Correio Paulinense): Cidades que não atingirem a taxa de isolamento social de pelo menos 50% estarão automaticamente excluídas do relaxamento de quarentena. 


 

Sete cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) fecharam o domingo (17) com mais de 50% na taxa de isolamento social - uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus.

As informações foram obtidas pelo Simi-SP (Sistema...

22 May 2020

Há vagas de emprego para diversos níveis de formação - ensino fundamental, médio e superior

Termina na próxima quinta-feira (28) as inscrições para o concurso público da Setec (Serviços Técnicos Gerais) em Campinas. Ao todo são 23 vagas para várias áreas com salários que chegam a R$ 8,2 mil.  

Quando foi publicado, o concurso tinha a previsão de encerrar as inscrições no dia 6 de abril, mas devido a pandemia de coronavirus as inscrições foram prorrogadas até o próximo dia 28. Ainda não há uma da...

22 May 2020

É possível encaminhar perguntas pelo e-mail institucional ou nos comentários no vídeo da audiência

A Câmara de Paulínia promoveu audiência pública na quinta-feira (21), para abrir espaço de debate sobre as diretrizes na elaboração e execução do da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A Comissão de Finanças e Orçamento comprometeu-se a analisar perguntas e sugestões enviadas pela população até as 10h desta sexta-feira (22). Essas e as questões já apresentadas serão encaminhadas à Prefeitura.
É p...

22 May 2020

A suspeita é que a ex-namorada tenha sido a autora do crime, pois o relacionamento entre elas era muito conturbado

No início da noite de terça feira (19) um crime passional chocou os moradores do Jardim Santa Felicidade, em Mogi Guaçu. O rompimento do relacionamento há 15 dias entre duas mulheres resultou na morte de uma jovem de 32 anos.

Segundo informações do jornal O Regional, a suspeita é que a ex-namorada tenha sido a autora do crime, pois o relacionamento entre elas era muito conturbado, che...

22 May 2020

De acordo com a resolução, a distribuição será efetuada mediante crédito na conta individual do participante

O Conselho Diretor do Fundo PIS-Pasep autorizou a distribuição aos participantes do saldo registrado na rubrica "Reserva para Ajuste de Cotas" em 30 de abril deste ano, somada às demais reservas e retenções. A decisão está publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira (20).

De acordo com a resolução, a distribuição será efetuada mediante crédito na conta individual do participan...

22 May 2020

Reajuste entrou em vigor na quinta-feira (21)

Desde quinta-feira (21), o preço médio da gasolina da Petrobras para as distribuidoras subiu 12% (ou R$ 0,14 por litro), passando a custar R$ 1,26 por litro. 

Segundo informou a empresa, “à exceção de 2020, com as fortes reduções que praticamos, os preços do diesel da Petrobras têm ficado acima deste valor desde janeiro/13”.

No acumulado do ano, a redução do preço da gasolina atingiu 34,2% (ou R$ 0,66 por litro). 

A companhia esclareceu, ainda, que as su...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia