Paulínia Shopping decide reduzir período de funcionamento devido ao Coronavírus

Cinema suspendeu as atividades por tempo indeterminado em cumprimento a recomendação do governo do Estado



A Associação dos Lojistas do Paulínia Shopping (ALPS) decidiu reduzir quatro horas o período de funcionamento do centro de compras. Todos os dias, tanto as lojas como a praça de alimentação irão funcionar no período das 12h às 20h.

De acordo com a ALPS, a medida segue “orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), senão também orientações das autoridades públicas do Estado e do município, que preveem diminuir os impactos do avanço do ‘coronavírus’ no País”. Esse novo horário era o praticado somente aos domingos e feriados.

“Desta forma, ALPS está agindo de maneira responsável e patriótica, com respeito e foco exclusivo no bem-estar do próximo, objetivando a conscientização e a preservação da saúde de todos os lojistas, clientes, colaboradores, prestadores de serviços e todos os envolvidos, direta ou indiretamente, nas atividades do empreendimento”, encerrou a nota.

O presidente da ALPS, José Ceballlos Albanez, informou que a mudança no horário do Paulínia Shopping será inicialmente pelo prazo de 15 dias, de acordo com a recomendação da Associação Brasileira de Shopping Centers, divulgada na última quarta-feira (17).


Cinema

A rede Top Cineplex informou a suspensão temporária das atividades em suas duas salas de cinema no Paulínia Shopping em cumprimento a recomendação do governo do Estado.

“O Top Cineplex, seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) em virtude do Coronavírus (Covid-19), informa que esta suspendendo por tempo indeterminado suas atividades em Campinas, Paulínia e Itatiba, visando a saúde e o bem-estar de toda a população. Agradecemos a compreensão a acreditamos que quanto mais cedo nos distanciarmos, mais cedo nos reencontraremos para momentos de entretenimento que só o cinema é capaz de proporcionar. Até breve”, disse a rede em nota.


Shoppings na RMC

Em Campinas, os shoppings Iguatemi, Parque D. Pedro, Galleria, Campinas e o Parque das Bandeiras também anunciaram o fechamento ao público e a suspensão temporária das atividades e, na maioria dos casos, até 30 de abril. Em alguns ficarão mantidos serviços de entrega de restaurantes das praças de alimentação e o acesso da população a farmácias, supermercados, serviços de saúde, Poupatempo e Detran. As informações são do Paulínia 24 horas notícias.

© 2020 Jornal de Paulínia