Contas da Saúde do último quadrimestre são aprovadas

Desde 2018, as contas eram reprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde

(Rede Social): Secretário municipal de saúde doutor Fábio Alves e o prefeito Du Cazellato.

Depois duas reprovações, o Conselho Municipal de Saúde aprovou na noite de quarta-feira (19) as contas do último quadrimestre (setembro a dezembro) de 2019 da Secretaria de Saúde.

O relatório apresentado pelo secretário de Saúde, doutor Fábio Alves, foi dividido em etapas e mostrou ao público presente onde e como o orçamento destinado para a área foi investido, além de enumerar os atendimentos que foram realizados em toda rede, que incluí o Centro de Geriatria, Unidade de Zoonoses, Centro de Especialidades, Pronto Socorro, 10 Unidades Básicas de Saúde, entre outros.

Segundo o relatório o Hospital Municipal de Paulínia (HMP) é o equipamento onde maior parte do orçamento é investido, porém o objetivo é “olhar com mais carinho” para atenção básica. “Demos início a vários projetos que visam aproximar os serviços da população. Dividimos a cidade em territórios e agora vamos em direção aos munícipes nos locais onde residem”, comentou.

Alves também apontou que com alguns movimentos, foi possível aumentar o número de atendimentos. “Antes, por exemplo, um servidor fazia 8 horas numa unidade e 4 em outra. Agora ele faz as 12 num local só”, explicou o secretário e adiantou que estão avaliando o empoderamento do profissional de enfermagem, para que haja maior liberdade de atuação.

Para o prefeito Du Cazellato a aprovação mostra que a Administração está no caminho certo. “Assumimos em outubro e com foco em gestão e priorizando a saúde, zelando pelo dinheiro público. Ainda temos muito por fazer, mas sabemos que estamos no caminho certo”.


Na Câmara

Após a aprovação dos conselheiros, doutor Fábio Alves, acompanhado de sua equipe esteve na tarde de quinta-feira (20) na Câmara Municipal apresentando o relatório novamente.

Os vereadores Marcelo Souza, Fábia Ramalho e José Soares estiveram presentes, além de assessores de outros edis, munícipes e conselheiros da área.

Em ambas as apresentações o público pôde participar interagindo com o secretário, que se mostrou solicito respondendo a todos os questionamentos.


2019

A aprovação das contas do último quadrimestre do ano passado foi a única de 2019, pois os relatórios apresentados pelos ex-secretários haviam sido reprovados pelos conselheiros municipais.