Carnaval 2020 de Paulínia promete resgatar a folia de rua paulinense

Serão 8 blocos de rua no total: Boca de Sissi, Beeiro, 100 preguiça, DS, Beijo, João Aranha, BR Folia e Pinguins


A administração organizou uma programação para os quatro dias de festa nos principais pontos da cidade (Centro, São José, Poli esportivo e Bom Retiro). O início da festa ocorre sábado (22) e termina na terça feira (25). Serão 8 blocos de rua no total: Boca de Sissi, Beeiro, 100 preguiça, DS, Beijo, João Aranha, BR Folia e Pinguins. O Bloco que encerra o carnaval na cidade é Boca de Sissi, fundador no carnaval no bairro Bom Retiro, que vem ganhando destaque justamente por caminhar na contramão: sem Patrocínio, sem político partidário e sem vendas de abadás.

Um bloco que tem como presidentes Lara Pertille e Guilherme Bourne que tem como base a acessibilidade da festa democrática, onde suas camisetas são distribuída gratuitamente.

“O carnaval é a festa cultural mais democrática do país, optamos por esses princípios justamente por acreditar que o poder aquisitivo não pode ser determinante. Com isso vestir nossa farda se torna um privilégio”, esclarece Lara. O bloco ainda conta com artistas nacionais e com uma corte internacional, tendo Jhennifer Martins, a primeira miss Paulínia negra 2019 como musa do bloco, e como princesa Mayara Alves que atualmente representa o Samba do Brasil em Tóquio.

O show de encerramento fica por conta de WD, que atualmente está participando do GOT TALENT URUGUAY, e seus convidados direto de São Paulo. Grupos de dança, MCs, DJ e ballets também irá se apresentar. A concentração está marcada pra as 17h30 na praça do Bom Retiro, terça feira de Carnaval (25). Vale ressaltar que na segunda feira (24) o bloco realiza seu “grito de carnaval” com sua tradicional feijoada de São Jorge com muito samba. O evento é gratuito e para comunidade a partir das 19h em frente a praça do Bom Retiro.