Câmara de Sumaré aprova instalação de ‘botão de pânico’ nos ônibus municipais

Dispositivo deverá ser acionado como alerta para perigo iminente, como assalto ou roubo e até mesmo assédio sexual



A Câmara Municipal de Sumaré aprovou por unanimidade o Projeto de Lei nº 144/2018, que dispõe sobre a instalação de “botões de pânico” nos ônibus do Transporte Coletivo Público Municipal. A proposta segue agora para análise do prefeito, que pode sancioná-la, transformando-a em Lei Municipal, ou vetá-la por motivos técnicos ou legais. Caso seja adotada como Lei, a proposta prevê que o dispositivo seja acionado como alerta para perigo iminente, como assalto, roubo, assédio sexual, casos de violência ou destruição do veículo, seja por vandalismo ou incêndio. Ao ser acionado, o “botão de pânico” emitirá uma informação no letreiro do ônibus, com a palavra “perigo”. A situação de pânico também será informada, por meio de GPS, à central de monitoramento, que deverá tomar as providências cabíveis. O botão de alerta de pânico deverá ficar em local de fácil acionamento para motorista e cobrador, porém invisível aos passageiros. No interior dos coletivos, será afixado um cartaz informando aos passageiros sobre o “botão de pânico”. O Poder Executivo, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Rural, também deverá estabelecer a forma de implantação do dispositivo na frota existente. As informações são do portal de noticias Tribuna Liberal.

© 2020 Jornal de Paulínia