Du Cazellato exige que empresa de ônibus cumpra os acordos do contrato

Insatisfeito com os serviços prestados pela Terra Auto Viação, prefeito cobra medidas urgentes da empresa


Antônio Carreira e Danilo Barros, respectivamente secretários municipais de Transportes e Governo e o vice-prefeito Sargento Camargo, estiveram na manhã da última quarta-feira (15) na Câmara Municipal de Paulínia, prestando esclarecimentos sobre o transporte público aos vereadores. Márcio Silva, diretor da empresa Terra Auto Viação também esteve presente. Durante mais de duas horas, Carreira e Barros apresentaram informações sobre todo processo realizado pela Administração Municipal, que resultou na contratação da atual empresa de transporte urbano e rural, que irá durar até 180 dias. Depois o diretor Silva da empresa Terra, respondeu aos questionamentos dos vereadores e falou sobre a manutenção dos ônibus, dos problemas de operação, da identificação e limpeza dos veículos, contratação de funcionários e das ações que estão sendo tomadas para colocar fim aos problemas existentes. Carreira lembrou que a empresa já foi notificada para tomar as medidas cabíveis visando atender de forma digna a população e ressaltou que novos veículos passaram a integrar a frota da Terra Auto Viação.

“Entendemos que os problemas tendem a diminuir nos próximos dias, mas só iremos descansar quando a empresa passar a cumprir tudo que foi acordado em contrato”, afirmou Carreira. O secretário de Transportes informou aos vereadores que a Administração pretende lançar o edital para o transporte público, para colocar fim ao ciclo de contratos emergências.

Após a chegada dos novos veículos, o prefeito Du Cazellato comemorou nas redes sociais.

“A proteção da trincheira é muito mais confortável do que os perigos do campo de batalha. Eu me recuso a ficar na trincheira. E felizmente, tenho comigo uma equipe que também não se acomoda. É muito mais fácil não fazer e não sofrer críticas. Prefiro a ação do que a omissão. O questionamento ao silêncio. A atitude à inércia. Seguimos em busca do melhor para Paulínia. Vai dar certo!”, publicou o prefeito.

Operação monitorada Por determinação de Du Cazellato foi criado um comitê que envolve várias secretarias, que desde a madrugada de sábado (11) vem fiscalizando a operação da Terra Nova Viação. Todos os problemas relatados pelos munícipes, pelos vereadores e por membros da Administração estão sendo agrupados e enviados à empresa, para que tome as medidas cabíveis. “Nosso objetivo é resolver este problema, pois sabemos que os paulinenses merecem e devem ter a disposição um transporte público de qualidade”, comentou Cazellato.

Durante os cinco primeiros dias de operação não houve cobrança de passagem.