Nova unidade do Detran em Paulínia é inaugurada

A nova base do órgão agora é bem maior que a anterior, conseguindo acomodar melhor os usuários



A nova unidade do Detran em Paulínia foi inaugurada no inicio do ano, agora com espaço mais amplo e contando com mais funcionários, o investimento foi de R$ 340 mil. A unidade fica bem próxima da antiga, no piso térreo do Paulínia Shopping.

A nova base do órgão agora é bem maior que a anterior, conseguindo acomodar melhor os usuários que antes ficavam no corredor do Shopping, além disso, o atendimento está mais rápido devido ao novos funcionários da unidade. Ao todo o governo estadual por meio de uma parceria com a prefeitura investiu cerca de R$ 340 mil.

Além de tudo, a nova unidade é no formato do ‘Ganha Tempo’, similar ao Poupa Tempo. Agora será possível fazer a emissão RG e em breve terá computadores para acesso gratuito e pagamento de taxas por meio de cartão de débito. Ainda segundo o Detran-SP, além da ampliação do local, a unidade recebeu novos funcionários que foram treinados e uniformizados para trabalhar na unidade.

Pequeno e com muitas filas, o antigo local obrigava as pessoas a ficarem no corredor do shopping enquanto esperavam suas senhas serem chamadas, pois não havia espaço dentro da unidade e, na maioria das vezes somente duas mesas para o atendimento. Além disso, o atendimento era muito lento, pois havia poucos funcionários.


Histórico

A antiga unidade do Detran foi transferida para o piso térreo do Paulínia Shopping em setembro de 2016, enquanto isso o governo estadual iria construir outra unidade maior no piso superior do Shopping, porém o local que era apenas provisório durou três anos, e além disso era pequeno e com poucos funcionários, enquanto isso a demanda aumentou, pois a cidade cresceu mais de 9 mil habitantes nos três últimos anos. Novamente em janeiro de 2018, a prefeitura de Paulínia fez uma parceria com o Detran-SP prometendo a construção do novo local e a adesão ao Ganha Tempo (projeto similar ao Poupa Tempo que permite outros serviços como RG e Carteira de Trabalho), a previsão era que as obras começassem em 90 dias e o investimento era de R$ 340 mil pelo governo estadual, na época o acordo contou inclusive com a visita da vice-presidente do Detran-SP, Neiva Doretto, porém as obras não começaram naquele ano. As informações são do Paulínia Online.

© 2020 Jornal de Paulínia