Grau de satisfação da qualidade de vida em Paulínia é de 40%, segundo pesquisa


O levantamento mostra que 35% dos moradores avaliaram como “regular”e a reprovação é de 12%



De acordo com uma pesquisa realizada pela INDSAT (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), para 40% dos paulinenses, a qualidade de vida está “ótima” ou “boa”. O levantamento mostra que 35% dos moradores avaliaram a área como “regular”. A reprovação é de 12%. Os resultados foram divulgados no final do ano passado.

Qualidade de vida é o método utilizado para medir as condições de vida de um ser humano ou é o conjunto de condições que contribuem para o bem físico e espiritual dos indivíduos em sociedade. Envolve o bem espiritual, físico, psicológico e emocional; além de relacionamentos sociais; saúde, educação, poder de compra, habitação, saneamento básico e outras circunstâncias da vida.

A partir destes dados, o instituto utiliza uma metodologia exclusiva de classificação para calcular o grau de satisfação dos serviços públicos. Foram entrevistados 400 moradores em Paulínia. A qualidade de vida recebeu 653 pontos e alto grau de satisfação. O resultado é o maior registrado em um ano. Esta é a segunda vez que a área consegue índice considerado satisfatório.

O alto grau de satisfação, já conquistado no 2º trimestre de 2018, é atribuído aos setores que registram entre 650 e 799 pontos. Em 2017, as pontuações oscilaram entre 596 e 625 pontos.

Já em 2018, a qualidade de vida recebeu índices que variaram entre 627 e 658 pontos. Nesta pesquisa, o setor apresentou sua terceira evolução consecutiva.


A INDSAT busca compreender a percepção dos moradores em relação aos serviços prestados e continua acompanhando a movimentação política das Eleições Municipais de 2020. O instituto acompanha os índices de satisfação com os serviços públicos em 36 cidades do Estado de São Paulo.


Coleta de lixo tem grau de excelência

No mesmo período, a Coleta de Lixo da cidade de Paulínia foi classificada com Grau de Excelência. O serviço prestado conseguiu 802 pontos e, é a segunda vez consecutiva que a Coleta recebe a classificação mais alta da INDSAT.

O histórico de satisfação da Coleta de Lixo de Paulínia se transformou ao longo de dois anos. Isso porque o serviço tinha Baixo Grau de Satisfação no 2º trimestre de 2017. Na época, Paulínia era a única cidade a ter índice insatisfatório com o serviço.

No levantamento seguinte, o cenário começou a melhorar, Paulínia recebeu 613 pontos em Coleta de Lixo e passou a ser classificada com Grau Médio de Satisfação. Exatamente um ano depois, o serviço conseguiu 748 pontos.

O Grau de Excelência foi apresentado pela primeira vez no 2º trimestre de 2019, ou seja, no último levantamento realizado na cidade. Agora, a satisfação está estabilizada.

O índice de satisfação é calculado a partir de uma metodologia exclusiva de classificação baseada nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. São entrevistados 400 moradores.

Ao todo, 15 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) são analisadas.

© 2020 Jornal de Paulínia