Pela primeira vez em Paulínia, serviços de saúde não irão paralisar durante recesso

Em anos anteriores, esse tipo de serviço ficava permanentemente fechado por até 15 dias



Pela primeira vez na história, todos os departamentos que integram a Secretaria Municipal de Saúde, irão funcionar durante o recesso, incluindo o atendimento com médicos especialistas nas 10 Unidades Básicas de Saúde (UBS's) e no Centro de Especialidades.

Em anos anteriores, esse tipo de serviço ficava permanentemente fechado por um período corrido que chegava até quinze dias.

A novidade já começa neste sábado (21), quando as UBS's e Centros Odontológicos que abrem neste dia (Centro, São José, Planalto e Monte Alegre) irão funcionar normalmente.

O funcionamento especial e inédito se estende nos dias 26 e 27 de dezembro e 2 e 3 de janeiro, onde todas as Unidades estarão funcionando, com todos os serviços.

A determinação para que isso ocorresse, partiu do prefeito Du Cazellato, visando o bem-estar da população. "Em 2018, mantivemos duas UBS's abertas com serviços restritos. Agora damos um salto no atendimento aos munícipes, evitando que haja deslocamentos pela cidade e possibilitando que o Pronto Socorro não seja sobrecarregado", reforçando seu compromisso com saúde do cidadão paulinense.

Durante todo o período o Pronto Socorro do Hospital Municipal, irá funcionar sem interrupções.

Abaixo a relação completa dos serviços que estarão abertos durante o recesso:

Centro de Especialidades / CETREIM / Fisioterapia / Saúde Mental (CAPS) / Farmácia Alto Custo / Vigilância Sanitária / Vigilância Epidemiológica / Centro de Testagem e Acolhimento (CTA) / Centro de Convivência / Saúde em Casa.

Cada serviço funcionará em seu respectivo horário de atendimento.


Plantão da Zoonoses

A Unidade de Vigilância em Zoonoses estará de plantão todos os dias das 9h às 15h, para coletar animais mortos independente do porte, morcegos caídos ou com comportamento estranho durante o dia, retirada de cobras ou escorpiões. Para acionar a Zoonoses os telefones são: 19 3833-2299 e 3874-9266.

© 2020 Jornal de Paulínia