Filme de Paulínia vai para sua sexta exibição internacional

O curta já foi exibido nos Estados Unidos, Canadá, Croácia, Inglaterra e Holanda



O curta metragem "Boneca", dirigido pelo paulinense Flávio Carnielli, é um dos finalistas do Festival Internacional "Navidades Sangrientas", na cidade espanhola de Alicante. Além da exibição, marcada para o dia 14 de dezembro, o filme concorre ao prêmio de melhor ator, com o protagonista Hélcio Henriques.

O festival, que já recebeu grandes nomes do cinema de terror como Ruggero Deodato (Holocausto Canibal), Victor Garcia (Hellraiser) e Lloyd Kauffman (O Vingador Tóxico), é considerado um dos mais importantes do mundo na exibição de cinema underground, gênero que tem grande aceitação em países da Europa e dos Estados Unidos, mas é pouco reconhecido no Brasil.

Essa será a sexta exibição internacional de "Boneca" em 2019. O curta já foi exibido nos Estados Unidos, Canadá, Croácia, Inglaterra e Holanda, no BUT Film Festival, onde recebeu indicação de melhor filme. No Brasil o curta foi exibido em mais de dez festivais, tendo recebido o prêmio de melhor filme do Festival Espantomania, de São Paulo.

"Boneca" foi gravado de forma independente, com apoio de empresários da região e sem qualquer auxílio governamental, contando com artistas da Região Metropolitana de Campinasv(RMC), como Helen Quintans (diretora de arte e figurinista), e atores, como Sérgio Vergílio, Natália Mariotto, Andre Luiz e o protagonista Hélcio Henriques, além da atriz paulistana Marília Viana. Todos trabalharam sem cache.

O filme conta a história de Gregório (Hélcio Henriques), um médico que transforma mulheres em bonecas vivas e seu duelo psicológico com uma de suas vítimas, Raquel (Marília Viana), levando a um desfecho surpreendente e escabroso, com muita violência e cenas explícitas, de acordo com a proposta de gênero do curta.

"A proposta do curta é chocar, sem, no entanto, deixar de lado a preocupação artística com a fotografia e a boa atuação dos atores; cinema underground não significa porcaria. Porcaria é fazer a mesma coisa que todo mundo", diz o roteirista e diretor Flávio Carnielli, que também escreveu e dirigiu os premiados curtas metragens "O Livro da Salvação" e "Eternidade", exibidos em festivais no Brasil, Argentina, Itália e México.

O diretor ainda prepara, para 2020, um longa-metragem, "Garotas Selvagens", que será protagonizado por Dedé Santana e terá no elenco atores de renome como Fioravante Almeida, Ronaldo Ciambroni e Ton Crivelaro.

"É muito importante que as instituições e empresas da RMC e especialmente de Paulínia apoiem nossos projetos, eles são sérios e fogem do lugar comum que é o cinema nacional. É vital que todos se orgulhem da arte da região.", finaliza Carnielli.

Assista o trailer do curta “Boneca” no link www.youtube.com/watch?v=rE22u5pYzc8 .