Prefeito decreta incentivo para locação do Theatro Municipal

Escolas, empresas, companhias e manifestos que produzam espetáculos culturais agora terão 50% de desconto



Atendendo a uma reivindicação dos produtores culturais, o prefeito Du Cazellato (PSDB) colocou em prática uma medida que reduziu as taxas cobradas para quem deseja locar o Theatro Municipal Paulo Gracindo.

Por meio do Decreto 7690 de 30 de outubro, escolas, empresas, companhias e manifestos de Paulínia e região, que produzam espetáculos culturais agora terão 50% de desconto para realizarem suas apresentações ou eventos no palco do Theatro Municipal.

“Nosso desejo é incentivar quem produz cultura e permitir que todos tenham acesso ao teatro, principalmente quem faz isso em nossa cidade”, comentou Du Cazellato.

Como complemento a medida além do desconto aplicado para quem fomenta a cultura, o número de UFP’s (Unidade Fiscal de Paulínia), que é base de cálculo para locação, também caiu.

Para efeito comparativo antes do Decreto, uma produtora que desejasse alugar o teatro de forma total por 18 horas, pagaria o valor de R$ 4,448 (Quatro mil e quatrocentos e quarenta e oito reais).

Com a redução dos valores, a mesma produtora agora irá desembolsar R$ 1,773 (Hum mil e setecentos e setenta reais).

A medida também reduziu o valor da porcentagem cobrada caso o produtor opte por realizar o pagamento da taxa de locação com base no valor arrecado na bilheteria. Antes a margem era 12% e a partir do Decreto o número foi reduzido para 8% podendo chegar a 4% para quem produz cultura.

“Acreditamos que a cultura pode ser geradora de emprego em nossa cidade, além de permitir que as pessoas se entretenham. Essa medida vai permitir uma maior ocupação do teatro”, comentou Rander Augusto, secretário de Cultura.

O Decreto foi publicado no Semanário 1438 de 31 de outubro de 2019 e já se encontra em vigor.