Bicicross de Paulínia é selecionado para participar de campanha da Malwee

Até o fim de novembro quem comprar camisetas da marca pode escolher o Paulínia Racing para receber uma doação



Com a assinatura ‘Bonito não é o que a gente veste, bonito é o que a gente faz’, a marca Malwee lançou no começo do mês, a campanha ‘#AtitudesdoBem 2019’. A proposta é fazer o consumidor protagonista de uma grande corrente do bem e o Paulínia Racing é a única instituição de Paulínia na ação.

Para participar é muito simples: na compra de qualquer peça Malwee, Malwee Kids ou Malwee Liberta, das coleções de fim de ano, o consumidor deve cadastrar o código #AtitudesdoBem, que vem impresso na etiqueta, no site da campanha (malwee.atitudesdobem.com), escolher a causa (educação básica, saúde e nutrição, acessibilidade e inclusão, assistência social, cultura e esportes) e a Organização Não Governamental (ONG) que deseja ajudar.

Cada cadastro contabilizará uma doação equivalente ao valor de uma camiseta básica. O Paulínia Racing Bicicross está participando da campanha como uma das instituições a receber a doação.

“A campanha #AtitudesdoBem é uma forma de mobilizar as pessoas para juntos sermos agentes de mudança. É sobre incentivar pequenos gestos que podem fazer a diferença na construção de um mundo melhor”, explica Guilherme Weege, CEO do Grupo Malwee.

Essa campanha e toda a curadoria das instituições foram criadas em parceria com o Movimento Arredondar.

O número de doações realizadas pode ser acompanhado, em tempo real, no site da campanha. Participarão da ação todas as lojas Malwee e Malwee Kids, a loja on-line (www.malwee.com.br) e os mais de 20 mil pontos de venda multimarcas das marcas Malwee, Malwee Kids e Malwee Liberta em todo o Brasil.

"Essa é uma boa oportunidade para apresentar nossos projetos ao grande público e também conseguir engajar auxílio para fortalecer nossas ações e continuar formando bons cidadãos, dentro e fora das pistas”, comentou Júlio Brustolin, presidente do Paulínia Racing Bicicross.

A verba arrecadada será revertida em prol da manutenção das aulas dos 240 alunos do projeto social esportivo da Escola de Bicicross de Paulínia, que além de aprenderem a modalidade esportiva, participam gratuitamente de atividades realizadas por equipe multidisciplinar composta por psicólogos, pedagogos e educadores físicos, que também realizam um trabalho especial com pais ou responsáveis pelos alunos.



© 2020 Jornal de Paulínia