Funcionários da Sancetur fazem paralisação parcial


Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 6%


Na manhã de quarta-feira (19), funcionários do transporte escolar da empresa Sancetur em Paulínia fizeram uma paralisação parcial. Segundo informações divulgadas pelo G1, os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 6%.

A Sancetur informou que alguns ônibus chegaram a conseguir sair da garagem da companhia antes do ato, mas que os demais veículos ficaram parados durante as reivindicações. O serviço foi normalizado por volta das 9h. O número de pessoas afetadas pela falta do transporte não foi informado.

A questão salarial virou uma reivindicação quando as empresas que operam o transporte escolar na cidade reajustaram os vencimentos em 5%, enquanto a empresa responsável pelo transporte urbano aumentou os salários em 6%. Os trabalhadores pediam a diferença de 1%, disse a Sancetur ao G1.

O sindicato dos funcionários do transporte rodoviário informou à EPTV, afiliada da TV Globo, que também reivindica 8% de reajuste nos benefícios, como vale-alimentação e participação nos lucros e resultados (PLR), além de cesta básica e a volta do plano odontológico.

A Sancetur não informou qual acordo foi firmado junto aos funcionários até a publicação.