Venda de Fabinho ao Liverpool poderá trazer de volta aos campos o Paulínia FC

08.03.2019

O volante/lateral passou por Monaco, Real Madrid, Fluminense e Paulínia

 

(Rede Social): Fabinho, último da esquerda para a direita, posa com time sub-20 do Paulínia FC. Agachado, o terceiro da esquerda para a direita é Gabriel, hoje no Corinthians.

 

Há quatro anos e meio, o Paulínia Futebol Clube(PFC) marcou seu último gol. O autor foi Felipe Santos, cobrando falta, em Guariba, São Paulo, para 212 presentes, já aos 44 minutos do segundo tempo. O gol não foi o suficiente para evitar a derrota do clube, que perdeu por 2 a 1, e nem a eliminação na terceira fase da série B do campeonato paulista, a quarta divisão estadual. Desde lá, o time paulinense, que soma quatro temporadas profissionais em 15 anos de idade, não disputou outra partida oficial. Castigado pelas dívidas e pela crise política na cidade, o PFC sobreviveu aos anos sem atividade e planeja acabar com o hiato em 2020. A promessa é pela volta de um clube estável financeiramente graças às transferências milionárias de Fabinho, jogador do Liverpool e seleção brasileira.

Antes de chegar à equipe inglesa e ser convocado por Tite, o volante/lateral passou por Monaco, Real Madrid, Fluminense e Paulínia. Fabinho entrou no clube paulinense em 2005, aos 12 anos de idade, um ano depois do nascimento do Paulínia FC. O PFC, fundado pelo empresário e vereador Francisco Bonavita, surgiu em um contexto no qual a cidade investia na cultura local.

 

Quatro temporadas no profissional

Além de representar Paulínia no futebol, o clube era um projeto social. Começou nas categorias sub-12 e sub-13 e só estreou o profissional na série B do Paulista em 2008. A Prefeitura investia na base, que fazia um trabalho social e esportivo com os jovens, e atuava como proprietária do estádio Luiz Perissinotto, mas não colocava dinheiro na equipe profissional. Fabinho participou do vice-campeonato paulista sub-17 em 2009 e jogou a Copinha pelo sub-20, em 2011, antes de sair para o Flu.

Depois de jogar a última divisão paulista de 2008 a 2010, o time de Paulínia subiu para a série A-3 em 2011, mas foi rebaixado no mesmo ano. A situação piorou em 2012 e 2013, quando não houve acordo do clube com a Prefeitura para regularizar o estádio municipal junto aos bombeiros. O elenco jogou em parceria com o Novorizontino, cidade a 300 km de Paulínia. O time só voltou a disputar o campeonato em 2014, quando, por conta de um imbróglio na Justiça, Edson Moura Júnior assumiu o cargo de prefeito no lugar de José Pavan, que governava o município desde 2012, e facilitou a liberação do estádio. Moura foi eleito em 2012, mas teve a candidatura cassada em processo que se estendeu pelos três anos seguintes. Pavan, que ficou em segundo nas eleições, assumiu, mas era obrigado a deixar o cargo quando Edson conseguia liminares na Justiça; por isso havia um revezamento.

Em 2015, com Pavan de volta definitivamente no cargo, o Paulínia jogou somente a Copa São Paulo e encerrou todas as atividades. “Depois da gestão do Mora Junior, não ajudaram mais. Nem com Pavan, nem com Dixon [eleito em 2016] e nem com outros prefeitos” disse o atual presidente do PFC, Fábio Ricardo Brusco, em entrevista ao portal EL País. Mandatário do PFC desde 2009, Brusco classifica a situação do estádio como “completamente deteriorada”, cita problemas no centro de treinamento, que também é municipal, além de dívidas trabalhistas e a dificuldade com a crise política na cidade. “Resolvemos dar um tempo porque trabalhávamos sem uma situação fixa. Precisamos de uma tranquilidade administrativa; que alguém ganhe o mandato [de prefeito] e termine ele. Não acontece há um tempo”.

 

"Preparados para voltar"

Financeiramente, o presidente alega que a situação do Paulínia está resolvida pelo Fabinho. Devido ao mecanismo de solidariedade da FIFA, o clube formador tem direito a aproximadamente 2% de todas as transferências internacionais do jogador até sua aposentadoria. Depois de ganhar mais de 500.000 reais com a venda de Fabinho do Fluminense ao Rio Ave, de Portugal, em 2012, quando o PFC tinha 40% dos direitos do jogador, os cofres do clube ainda agradeceram as negociações do Rio Ave com o Monaco (6.000.000 de euros em 2015) e, recentemente, do Monaco ao Liverpool (45.000.000 de euros em 2018). Com a cotação da época, o PFC recebeu cerca de 420.000 reais em 2015 e tem direito a 4.000.000 de reais com a ida do jogador à Inglaterra.

“Jogamos a série B de 2014 com o dinheiro do Rio Ave. Ainda recebemos 300.000 do empréstimo de Fabinho ao Real Madrid Castilla, também em 2012. O dinheiro que veio do Monaco nos ajudou a pagar dívidas; desde que o clube parou, nós acumulamos 14 processos trabalhistas”, detalha Brusco. Ele também explica que a compra do Liverpool foi parcelada em três vezes e que o Paulínia receberá na mesma forma. “Uma parcela em 2018, uma em 2019 e uma em 2020. A de 2018 nos ajudou a pagar nove das 14 dívidas. O resto será quitado com a deste ano”, afirma. E ainda sobrará uma parcela milionária.

Quando zerar as dívidas, o único obstáculo até a volta das atividades profissionais do Paulínia Futebol Clube será a crise política da cidade, que impede a regularização do estádio municipal. A situação de Loira, atual prefeito, pode mudar se Dixon conseguir anular o impeachment em recurso que está sendo julgado no Supremo Tribunal Federal, o que torna a situação ainda instável na cidade. “Sem as dívidas, estamos preparados para voltar em 2020. Só o cenário político atrapalharia. Caso tenhamos alguma definição, o estádio poderia ser regularizado e seria possível voltar em uma situação bem estável”, garante Brusco. Se o STF negar o recurso de Dixon, Loira cumpre o mandato até o fim de 2020.

Em 2017, quando a primeira transferência grande de Fabinho foi especulada, o presidente deu entrevista ao UOL dizendo que a venda do jogador possibilitaria a volta do clube, mas começando “pelo alicerce, não pelo telhado; um projeto mais tranquilo”. A ideia de voltar somente com a base, como o clube começou, está descartada por conta de uma nova regra da FPF, que impede que clubes se afiliem à federação somente com elencos juvenis. “Por isso, nossa prioridade é formar um time profissional”.

Fonte El País

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

27 Mar 2020

Medida emergencial vai liberar R$ 40,5 milhões por mês para alimentação de estudantes da rede estadual

O Governador do Estado de São Paulo, João Doria anunciou na quarta-feira (25) o lançamento do programa Merenda em Casa, que vai ofertar a alimentação para 700 mil estudantes matriculados na rede estadual. O valor do investimento é de R$ 40,5 milhões por mês e chegará a mais de 20% dos 3,5 milhões de alunos da rede. 

A medida, de caráter emergencial, ocorre em virtude da suspensão das aulas em tod...

27 Mar 2020


A ação #pinadecasa promove informações sobre a coleção, revisita exposições, memórias, entre outros conteúdos digitais

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, está ativa em seus canais digitais com atualizações diárias e conteúdos especiais para manter a conexão com o público. Desde a última quinta-feira (19), diariamente uma obra da coleção do museu é postada nas redes sociais acompanhada de curiosidades, dados históricos e explicaçõ...

27 Mar 2020

As primeiras doações estão previstas para os próximos dias e serão destinadas aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) de 5 estados


O Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC), entidade nacional representativa do setor produtivo Cachaça, anunciou a doação inicial, prevista já para os próximos dias, de mais de 70 mil litros de álcool etílico hidratado a 70% vol. feita por produtores de Cachaça associados e demais empresas do setor para colaborar no combate ao COVID-19. O volume será destinado p...

27 Mar 2020

A falta do produto no país inteiro está fazendo com que criminosos fabriquem o álcool em gel sem as autorizações devidas

Na última terça-feira (24), Policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana descobriram uma fábrica clandestina de álcool em gel que funcionava em um galpão no Distrito Industrial 2, em Nova Odessa. No local, os policiais apreenderam aproximadamente 2.000 litros de álcool gel que já estavam produzidos e seriam engarrafados. Além de mais de 1.500 frascos...

27 Mar 2020

Somente na última terça-feira (24) foram realizadas 94 orientações aos comerciantes

Mapear a cidade inteira através de drones, essa é a nova medida adotada pela Prefeitura de Sumaré, por meio da Secretaria de Segurança Pública, dentro da proposta de enfrentamento à Covid-19. A intenção é monitorar a circulação de pessoas e também os estabelecimentos que ainda estão abertos, de acordo com os Decretos Municipal (nº 10.776) e Estadual (nº 64.881), que determinam o fechamento do comércio, exceto serv...

27 Mar 2020

Com o novo registro de Hortolândia, a região conta agora com 19 casos positivos para a doença

Na noite da última quarta-feira (25), a Prefeitura de Hortolândia confirmou o segundo caso positivo para o novo coronavírus na cidade. A Secretaria Municipal de Saúde não divulgou detalhes sobre a pessoa infectada. Além disso, o município investiga outros 43 pacientes com suspeita da Covid-19.

De acordo com a publicação da prefeitura, a confirmação foi feita via boletim enviado pela comunicação da Secreta...

27 Mar 2020

Não é porque você não pode sair de casa que não pode se cuidar!

Nós da Stética Avançada desenvolvemos um plano online exclusivo para você que já estava em tratamento ou quem quer começar a se cuidar. Até mesmo porque em casa acabamos exagerando e deixando de se cuidar.

Muito legal né?!

Sou Dra. Vivian Motta Biondi, fisioterapeuta dermato-funcional e especialista em pós-parto vou te explicar como funciona nosso plano.

No plano anual terá direito a várias aulas online e acompanhamento especializado e...

27 Mar 2020

Medida é válida por 60 dias e visa reduzir o risco de contágio pelo Covid-19 por pessoas no grupo de risco
 

A Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento suspendeu por 60 dias, a partir da última quarta-feira (25), a obrigatoriedade do recadastramento para um grupo específico de aposentados e pensionistas, em razão da necessidade de conter e reduzir o risco de contágio pelo Covid-19 por pessoas pertencentes ao grupo de risco e com 60 anos ou mais.

A suspensão temporária é direcionada a quem p...

27 Mar 2020

A medida é necessária porque muitos pacientes apresentam limitações e sensibilidade maior à dor

Todos os órgãos públicos e empresas concessionárias de serviços públicos, localizados em Paulínia, agora são obrigados a oferecer atendimento preferencial às pessoas com fibromialgia. A regra está em nova lei municipal (Lei 3.750/2020), em vigor desde 19 de março.

A síndrome gera dor generalizada em articulações, entre outros problemas clínicos. As pessoas com esse perfil deverão ganhar cartão da Secret...

27 Mar 2020

“Em épocas de crise, a proteção para grupos vulneráveis se torna ainda mais essencial” disse a presidente do Fundo Social

O Fundo Social de Solidariedade de Paulínia está desenvolvendo ações para tentar diminuir os impactos da pandemia do novo Coronavírus às pessoas em vulnerabilidade social.

Uma das atividades realizadas durante a semana foi a doação de cestas básicas e kit de higiene para moradores em situação de rua. Mais de 30 pessoas foram beneficiadas.

“Em épocas de crise, a proteção para gru...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia