Após perseguição, homem confessa que matou mulher em motel

A vítima foi levada à força em um carro assim que chegou para trabalhar na madrugada

A Polícia Militar prendeu na manhã de quinta-feira (3), no município de Estiva Gerbi, um homem de 43 anos por suspeita da morte de uma mulher, de 39 anos, após abordá-la em Pedreira.

De acordo com informações dos policiais que investigam o caso, o crime ocorreu em um motel de Jaguariúna.

Aos policiais, o suspeito disse que matou Queli Aparecida de Siqueira Simon por enforcamento, mas não deu detalhes do que ocorreu.

O caso

Segundo os policiais, a vítima, que é funcionária de uma padaria, foi levada à força em um carro assim que chegou para trabalhar na madrugada. O suspeito teria levado a mulher para o motel, onde ela teria sido morta, informaram os policiais à EPTV, afiliada da TV Globo.

Imagens do rapto

Os funcionários do estabelecimento estranharam o atraso da vítima, e checaram as câmeras de monitoramento do estabelecimento. As imagens mostram a vítima sendo levada pelo suspeito em um carro.

O proprietário da padaria disse à EPTV que a funcionária não tinha nenhum relacionamento com o suspeito do crime. Disse ainda que ele rondava o local há alguns dias.

A Polícia Rodoviária foi avisada e encontrou o suspeito em fuga em Estiva Gerbi. Durante a perseguição, o homem perdeu o controle do veículo e sofreu um acidente. Mesmo ferido, ele confessou o crime, segundo os policiais.

O suspeito detido foi atendido em uma unidade médica. Depois, ele levado para a delegacia de Estiva Gerbi, mas a investigação será pela Delegacia de Polícia Civil de Pedreira.

(Reprodução/EPTV): Policiais entram dentro de motel em Jaguariúna onde mulher foi morta.