Sistema de transporte coletivo de Campinas deixará de aceitar dinheiro como forma de pagamento

A medida valerá a partir do dia 19 de janeiro do próximo ano

O sistema de transporte coletivo no município de Campinas, a partir de 19 de janeiro, deixará de aceitar dinheiro como forma de pagamento dos passageiros em todos os pontos de embarque e terminais. A Emdec, empresa responsável pela gestão do trânsito, confirmou a informação na quinta-feira (27). O impasse começou em 2015, quando os cobradores foram demitidos.

Com isso, o usuário pode pagar a passagem com o bilhete emitido por sistema de QR Code (código de resposta rápida, na sigla em inglês) ou com Bilhete Único (comum, vale-transporte, escolar, universitário, idoso e gratuito). A medida já vale para as linhas do Terminal Central desde fevereiro.

"A Emdec vem realizando campanha de orientação aos usuários, que será intensificada a partir de janeiro", diz nota publicada no site da empresa. Ela destaca que a implantação da medida permite viagens mais seguras e gera mais agilidade no embarque dos passageiros.

Locais de compra

O tíquete QR Code em papel nos terminais de ônibus, pode ser adquirido pelos usuários do sistema de transporte coletivo de Campinas no Poupatempo Centro, Poupatempo Campinas Shopping, sede da Associação das Empresas de Transporte Coletivo (Transurc) e em lojas credenciadas.

A relação de postos credenciados está disponível no site da Transurc (www.transurc.com.br). Além disso, é possível adquirir o QR Code virtual pelo celular, com pagamento por cartão de crédito. Para isso, o usuário precisa instalar o aplicativo Transurc Smart, disponível nos sistemas Android e iOS.

Mais informações podem ser obtidas com a associação, pelo telefone 0800 014 02 04, e também por meio do Fale Conosco da Emdec, número 118.

Fonte G1

(Patrícia Teixeira/G1): Bilhete emitido por QR Code no transporte público de Campinas.

© 2020 Jornal de Paulínia