Feirão online oferece imóveis em condições acessíveis para Paulínia e Região

Secretaria de Estado da Habitação prorrogou virtualmente, até dia 30 de dezembro, o 3º Feirão de Imóveis

A Secretaria de Estado da Habitação prorrogou virtualmente, até dia 30 de dezembro, o 3º Feirão de Imóveis – Seu Sonho, Nosso Compromisso – que promove o crédito habitacional e oferece imóveis em condições acessíveis a todos. Esse terceiro Feirão foi prorrogado por 28 dias, 13 a mais que a segunda edição realizada no ano passado. Agora, os imóveis estão disponibilizados exclusivamente no site www.seusonhonossocompromisso.com.br . Basta o interessado procurar pelo município de interesse, verificar as moradias disponíveis e, então, entrar em contato com a construtora responsável para negociar a compra. Na RMC, estão sendo ofertados 2.689 imóveis nos municípios de Campinas (940), Bragança Paulista (40), Itatiba (22), Itupeva (26), Jundiaí (65), Paulínia (18), Valinhos (160), Piracicaba (447), Americana (389), Araras (298) e Santa Bárbara d'Oeste (284). Servidores públicos da região contarão com os aportes dos cheques moradia emitidos pela Pasta para comprarem suas casas. Nas transações, o subsídio do governo já chega a R$ 289 mil. No geral, foram R$ 9,1 milhões de aporte em todo o estado. Para ter o subsídio do cheque-moradia, que varia entre R$ 5 e 40 mil, o valor dependerá da localização do imóvel e da renda familiar mensal bruta que vai até R$ 5.280. Os servidores públicos estaduais e beneficiários do auxílio-moradia devem fazer a inscrição no site www.habitacao.sp.gov.br. Os cheques têm validade de 120 dias, prazo estimado para viabilizar as contratações e as assinaturas de contrato de financiamento habitacional com a Caixa Econômica Federal. Os subsídios do cheque serão cumulativos com os subsídios federais. Também podem adquirir imóveis interessados que não sejam funcionários públicos ou recebam o auxílio-moradia, mas não haverá subsídio do estado para esses casos. 1º e 2º Feirão

Nas duas edições, foram emitidos 1.566 cheques-moradia, sendo 1.506 para servidores públicos e 60 para beneficiários do auxílio moradia. Isso representou um investimento de R$ 36,3 milhões do Governo do Estado a fundo perdido. Desse total de imóveis comercializados, 31 foram na região de Campinas.