Após saída de Dixon, Du Cazellato assume como prefeito interino de Paulínia

Como presidente do Legislativo, Cazellato era o próximo na linha de sucessão

para assumir a cadeira no Executivo

O vereador Du Cazellato (PSDB) tomou posse como prefeito de Paulínia durante sessão na Câmara Municipal, na noite de quarta-feira (7). A medida atende decisão judicial, depois que o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TER-SP) cassou o mandato de Dixon Carvalho (Progressistas) e seu vice Sandro Caprino (PRB).

Como presidente do Legislativo paulinense, Cazellato era o próximo na linha de sucessão para assumir a cadeira no Executivo. De acordo com o juiz Carlos Eduardo Mendes, o mandato temporário é de aproximadamente 90 dias, até que seja organizada nova eleição direta no município.

A sessão foi acompanhada por outros 12 vereadores da Casa. Em seu discurso, Du Cazellato declarou que durante a semana procurou se inteirar profundamente dos problemas administrativos do Executivo. Ele reconheceu que não será possível resolver todos em curto espaço de tempo, mas disse que vai atuar por "uma Paulínia mais humana, mais segura, mais saudável, mais assistida e mais tranquila".

Cazellato afirmou ainda que cumprirá a convocação da Justiça, sem nunca ter tramado para ocupar o cargo. "Não sei por quanto tempo, se por dias, semanas, meses ou horas, mas a missão foi atribuída a mim e terei a partir de agora a obrigação legal e muito mais a obrigação moral de desempenhar essa função com afinco e dedicação pelo tempo que perdurar."

Assinatura de Termo de Posse

Du Cazellato esteve na Prefeitura Municipal no final do expediente na tarde de quinta-feira (8), e se reuniu rapidamente com o secretário Chefe de Gabinete, Reginaldo Vieira, e com o secretário de Governo, Flávio Xavier. Seguiu os trâmites burocráticos, assinou o Termo de Posse e foi empossado pelo diretor do Departamento de Atos Oficiais e Assuntos Legislativos, Israel Mascarenhas Baptista. Em sua primeira passagem após a Justiça declarar vago o cargo, o prefeito interino adiantou que irá se inteirar de todas as informações necessárias e após análises tomar suas primeiras providências.

Troca pela 14ª vez em nove anos

De 2009, quando José Pavan Junior (DEM) foi cassado pela primeira vez pela justiça, até agora, a cidade trocou de prefeito nada menos que 14 vezes.

Neste período, Pavan foi tirado e retomou o cargo em quatro oportunidades e Edson Moura Junior (MDB) ocupou a cadeira e também foi retirado pela Justiça outras quatro vezes.

Nas demais, o cargo foi ocupado interinamente pelo presidente da Câmara do período – casos de Marcos Roberto Bolonhezi (PP), Sandro Caprino e agora Cazellato.

(Assessoria de Imprensa): Du Cazellato (PSDB) tomou posse como prefeito de Paulínia durante sessão na Câmara Municipal.

Perfil

Ednilson Cazellato, conhecido como Du, é nascido e criado em Paulínia, empresário, casado, católico e pai de dois filhos. Aos 47 anos, exerce seu segundo mandato como vereador, sendo eleito em 2016, com 1.413 votos. Preside o Legislativo desde o começo de janeiro de 2017.

À frente da Câmara Municipal de Paulínia, promoveu uma série de cortes de gastos, devolvendo em seu primeiro ano R$ 4,6 milhões aos cofres do Executivo. Atualmente também é presidente do diretório municipal do PSDB.

(Assessoria de Imprensa): A sessão foi acompanhada por outros 12 vereadores da Casa.