Petrobras anuncia que reduzirá os preços da gasolina nas refinarias

Preço médio do produto nas refinarias será reduzido de R$ 1,8623 para R$ 1,8466 por litro a partir de quinta (1)

(Ilustrativa): A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado.

A Petrobras anunciou que a partir do dia 1º de novembro, reduzirá os preços da gasolina em mais de 0,8% nas refinarias. Trata-se da segunda redução diária seguida.

Com a alteração, o preço médio do produto nas refinarias cairá de R$ 1,8623 para R$ 1,8466 por litro, menor valor desde 8 de maio (R$ 1,8404)

Na véspera, a estatal já havia anunciado uma redução de 6,2%, no maior corte percentual já feito desde o início de sua sistemática de reajustes diários, em julho do ano passado.

Já o preço do diesel seguirá em R$ 2,1228 até 28 de novembro, em meio ao programa federal de subsídio ao combustível. A nova metodologia de reajustes mensais vale até o fim do ano, quando termina o prazo previsto em lei para a concessão da subvenção ao diesel. O governo prevê gastar R$ 9,58 bilhões até o final do ano com o subsídio ao diesel.

A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho do ano passado. Pela nova metodologia, os reajustes acontecem com maior periodicidade, inclusive diariamente, refletindo sobretudo o preço internacional do barril de petróleo e o câmbio.

Desde o início da nova metodologia, o preço da gasolina nas refinarias acumula alta de 40,69% e, o do diesel, valorização de 56,61%.

Em setembro, a Petrobras anunciou a adoção de mecanismos de hedge, o que permite à companhia segurar os valores do produto nas refinarias por até 15 dias, evitando volatilidades para os consumidores.

Preço nos postos caiu na semana passada

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os preços do diesel e do etanol encerraram a semana passada em alta, enquanto o da gasolina teve leve queda.

O preço ao consumidor da gasolina caiu depois de oito altas seguidas - média de R$ 4,723, queda de 0,04% na comparação com a semana anterior. O diesel subiu 0,24%, para R$ 3,721. Já o preço do etanol avançou 1,36%, para R$ 2,983.

No acumulado do ano, o preço da gasolina subiu 15,22%, do diesel avançou 11,88%, e do etanol registrou aumento de 2,44%.

Fonte G1

© 2020 Jornal de Paulínia