Novo diretor-presidente do Pauliprev é apresentado durante reunião Ordinária do Conselho

Sérgio Henrique Balbino assume a cadeira deixada pelo advogado José de Freitas Guimarães

O prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho (PP), nomeou na última semana o novo diretor-presidente do Pauliprev (Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos do Município de Paulínia). A apresentação de Sérgio Henrique Balbino ocorreu na segunda-feira (3) durante reunião Ordinária do Conselho de Administração.

O novo gestor começou sua apresentação fazendo um breve relato de seu currículo pessoal e profissional. Cidadão paulinense, Sérgio Henrique é casado e tem dois filhos e é formado em Administração de empresas. Empresário, ele afirmou ter recebido o convite para assumir a presidência do instituto diretamente do prefeito Dixon Carvalho e aceitou o desafio de gerir com responsabilidade o dinheiro do servidor.

Em fase de adaptação ao novo local de trabalho, o presidente disse que está empenhado em conhecer a rotina diária de cada departamento da autarquia e dessa forma, irá elaborar e colocar em prática seu plano de ação. "Eu vejo um grande desafio, uma grande chance para que o Instituto suba de 202º de um ranking de 228 RPPSs do Estado de São Paulo", disse.

Ainda durante sua apresentação, Balbino respondeu a questionamentos dos conselheiros administrativos, fiscais e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos de Paulínia. Ele falou sobre seu método de trabalho, tomou conhecimento de ações que estão em andamento e rebateu críticas sobre possível envolvimento em processos de execução fiscal e em operações da Polícia Federal.

Também durante o encontro, o ex-presidente, o advogado José de Freitas Guimarães, apresentou um balanço do trabalho exercido por ele durante sua gestão. Ele enalteceu a atuação dos funcionários cedidos da Prefeitura, elogiou o empenho dos servidores próprios (aprovados no concurso), apresentou dados da Compensação Previdenciária e reforçou a importância da atuação e do diálogo aberto com os Conselhos.

Em pauta também estava a apresentação do relatório trimestral (abril/maio/junho) do Conselho Fiscal, com seus respectivos apontamentos das receitas e despesas ocorridas no caixa do Instituto. Referente a esse período, os conselheiros aprovaram as contas com ressalvas por três votos a dois – com ressalvas.

Balbino assume a cadeira deixada pelo advogado José de Freitas Guimarães, que foi exonerado no último dia 29.

No cargo de diretor-presidente do Pauliprev, Sérgio Balbino ganhará R$ 12 mil por mês. Ele se reportará diretamente ao prefeito Dixon Carvalho. Cada conselheiro recebe R$ 2.422,85, por mês, ambos brutos.

Em 17 anos de Pauliprev, Sérgio Henrique Balbino será o 12º diretor-presidente no comando do instituto.

Pauliprev

O instituto foi criado em 2001 e é responsável pelo pagamento das aposentadorias dos servidores municipais efetivos. Em agosto, o Pauliprev possuía uma carteira de investimentos de R$ 1,1 bilhão, conforme balancete publicado no Semanário Oficial do dia 16 de agosto.

Em junho, o Pauliprev administrou uma folha de 1.061 funcionários, entre aposentados, pensionistas e dependentes, além de 173 trabalhadores afastados da Prefeitura ou Câmara Municipal. No mês, o montante de pagamento girou em mais de R$ 9 milhões de reais.

O regime de Previdência Social dos funcionários públicos de Paulínia tem como finalidade assegurar, mediante contribuição, aos seus beneficiários, os meios de subsistência nos eventos de incapacidade, velhice, inatividade e falecimento, conforme a Lei Complementar 18, de 9 de outubro de 2001.

Composição do Conselho

O prefeito indica 12 dos 19 assentos do Pauliprev. Ele escolhe o diretor-presidente, o diretor de Previdência e Atuária, o diretor-administrativo, o diretor de Perícias e o diretor Financeiro, 5 membros do Conselho de Administração e 2 do Conselho Fiscal.

O Conselho de Administração é composto por 9 membros titulares e suplentes, sendo 5 escolhidos pelo prefeito, 2 eleitos pelos funcionários ativos, 1 eleito pelos funcionários inativos e 1 indicado pela Presidência da Câmara Municipal, dentre seus funcionários ativos. Entre os 5 membros titulares nomeados pelo Chefe do Poder Executivo, o prefeito escolhe o presidente do Conselho.

Já o Conselho Fiscal conta com 5 membros titulares e suplentes, sendo 2 indicados pelo Prefeito, 1 eleito pelos funcionários ativos, 1 eleito pelos funcionários inativos e 1 indicado pela Presidência da Câmara Municipal dentre seus funcionários ativos.

Fonte Pauliprev/Notícias de Paulínia

(Rede Social Pauliprev): O novo gestor começou sua apresentação

fazendo um breve relato de seu currículo pessoal e profissional.