Tarifas em 18 linhas metropolitanas na RMC sofrem reajustes

O motivo é o reajuste nas tarifas de pedágio da região e afeta as linhas

A partir do último sábado (28), a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) do estado de São Paulo aumentou o preço das passagens de 18 linhas do transporte metropolitano na região de Campinas. Os valores ficaram R$ 0,05 mais caros.

Segundo a empresa, o motivo é o reajuste nas tarifas de pedágio da região e afeta as linhas que passam pelas praças de pedágio. Outras 11 linhas na Grande São Paulo, Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba também tiveram o aumento.

Os usuários do transporte estão foram avisados por meio de avisos afixados nos ônibus e também pela internet e redes sociais.

Entre as linhas afetadas, estão a 612, entre Jaguariúna e Campinas, com nova tarifa a R$ 6,40; a 633, que liga Americana a Campinas e tem novo valor de R$ 10,50; no caso da linha 600, que atende o trecho entre Indaiatuba e Campinas, o valor passa a R$ 5,65; e a linha 609, entre Paulínia e Cosmópolis, passa a cobrar R$ 5,15 neste sábado.

Veja as linhas com tarifa mais cara

Empresa Metropolis

- Linhas 612, 616, 618, 714, 715 e 734

Empresa Ouro Verde

- Linha 633

Empresa Rápido Luxo

- Linhas 686, 687 e 688

Empresa Salamanca

- Linha 693

Empresa VB

- Linha 600, 601, 606, 607, 608, 609 e 738

Outras regiões

Região Metropolitana de São Paulo

Consórcio Unileste - Linhas: 201, 206, 214, 379 e 800

Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte

Empresa Jacareí - Linha 5115

Empresa Litorânea - Linhas: 5501, 5503, 5504 e 5508

Região Metropolitana de Sorocaba

Empresa VB - Linha 6213

Fonte G1

(Internet): Entre as linhas afetadas está a linha 609, entre Paulínia e Cosmópolis.

© 2020 Jornal de Paulínia