Frente fria vinda do Sul do País, dá uma virada radical no tempo

O frio derrubou as temperaturas em até 10°C na RMC nesta semana

Essa semana começou com uma virada radical do tempo na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Uma frente fria vinda do Sul do País derrubou as temperaturas em até 10°C e, em algumas cidades pode até trazer chuvas de volta – a última chuva considerável que caiu na região ocorreu há quase 100 dias, no dia 4 de abril. Se na última semana os termômetros ultrapassaram os 30ºC muitas vezes, nesta sexta-feira (13) em Paulínia, a máxima não deve passar de 23°C, de acordo com informações do Clima Tempo. A mínima é de 11°C.

O predomínio no sábado (14), será de Sol o dia todo sem nuvens no céu. Durante a noite, o tempo fica aberto e, ainda sem nuvens. Já no domingo (15), durante o dia, sol com algumas nuvens, mas não chove. A máxima será de 30°C e mínima de 16°C, podendo ter variação na temperatura.

A queda na temperatura será acentuada na RMC, mas segundo a pesquisadora Ana Ávila, não deve ser maior que a registrada na segunda quinzena de maio e que derrubou os termômetros aos níveis mais baixos este ano.

Redobre os cuidados com a saúde

Com essa frente fria chegando com força total, é preciso redobrar os cuidados com a saúde. Alergia, resfriado, asma e gripe são apenas algumas das doenças que se intensificam a partir de agora. Por exemplo, quando estamos em locais fechados costumamos sentir calor. Porém devemos nos agasalhar antes de sair, evitando que uma mudança brusca de temperatura desencadeie a ocorrência de doenças.

Para manter o corpo aquecido, tome bastante líquidos quentes, como chocolate, café ou chá. Atenção, no inverno tendemos a comer mais e deixar os exercícios de lado, atitudes que comprometem a saúde e devem ser evitadas.

Para evitar a alergia, os médicos recomendam fazer uma limpeza cuidadosa da casa e das roupas guardadas por muito tempo que são um prato cheio para fungos, ácaros e outros micro-organismos, todos grandes causadores de doenças respiratórias.

Além disso, é necessário evitar banhos com água muito quente, que provocam ressecamento da pele. Lembre-se de hidratar a pele com mais frequência. Usar cremes e loções hidratantes diariamente.

Solidariedade

Tem muita gente que sofre no inverno, seja por morar nas ruas ou mesmo por não ter condições financeiras para poder ter o que é necessário para viver dignamente nesta estação.

Pensando nisso, o JP separou algumas inspirações para te ajudar a refletir sobre o seu papel como um bom cidadão. Perceba que as iniciativas e atitudes não exigem nenhum "doutorado em caridade" para poder ajudar a quem mais precisa, só precisa mesmo é de solidariedade e boa vontade!

Arrecadação de agasalhos e cobertores: Além de olhar o seu guarda-roupa e ver o que pode doar, você pode ajudar a arrecadar em sua própria família, com seus amigos, aumentando ainda mais a rede de solidariedade. Você ainda pode levar um agasalho no seu carro ou na sua mochila para doar a alguém que encontrar na rua.

Distribuição de alimentos e bebidas que possam amenizar o frio: é importante ajudar, seja entregando doações ou mesmo fazendo um "algo mais" indo junto com o grupo, visitando e conversando com os moradores.

Hospedagem solidária: A hospedagem solidária exige um pouco mais de articulação de grupos, pastorais, entidades para manter os serviços de abrigo, entre outros. Mas sempre é possível ajudar a manter essas obras e trabalhos, seja por meio do voluntariado ou mesmo verificando se as instituições recebem doações.

© 2020 Jornal de Paulínia