Mulher é mantida em cárcere privado e agredida por sequestradores

A motivação para o crime seria a venda de um carro intermediada pela vítima há dois anos

Na noite de quarta-feira (21), um mulher foi retirada do próprio carro e foi mantida em cárcere privado por cerca de uma hora em Campinas. Soldados do Batalhão de Operações Especiais de Polícia (Baep) localizaram a vítima e prenderam um dos sequestradores após denúncia.

De acordo com a polícia, a principal motivação para o crime seria a venda de um carro intermediada pela vítima há dois anos. Quando chegaram no local, os sequestradores estavam saindo com a vítima. Um homem de 56 anos foi detido e o filho dele conseguiu escapar.

A mulher contou aos policiais que foi amarrada e mantida refém por uma hora. Ela foi mordida, teve a roupa rasgada, além de ser ameaçada com uma arma de fogo e com uma faca. A mesma faca foi encontrada na cintura do criminoso pelos policiais militares.

O sequestrador que fugiu foi reconhecido pela vítima por meio de um documento de identidade encontrado na casa. No cativeiro foram encontradas porções de maconha, cocaína, relógios roubados e R$1 mil.

A polícia disse que o homem de 56 anos já tinha passagem por roubo e agora vai responder por sequestro e cárcere privado. Os agentes passaram a noite fazendo buscas na viela tentando achar o homem que fugiu, mas ele não foi encontrado.

Fonte G1

(Reprodução/EPTV): Mulher foi sequestrada, amarrada e ameaçada com arma de fogo por cerca de uma hora, em Campinas.