Manifestantes fazem ato em frente à Replan em comemoração à saída de Pedro Parente

O ato aconteceu de forma pacífica e não alterou a rotina de funcionamento da refinaria

Após as reinvindicações e protestos, manifestantes fizeram na manhã de segunda-feira (4) um ato em frente à refinaria Replan, em Paulínia. O ato foi em comemoração a saída de Pedro Parente do comando da Petrobras. A ação ocorreu por volta das 6h30 da manhã e os manifestantes chamavam os funcionários da refinaria para participar do ato que foi organizado pelo Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros Unificados de São Paulo). "Nossa manifestação é para mostrar que estamos aqui organizados e com uma greve aprovada. Queremos a mudança na política de preços da Petrobras o mais breve possível", afirmou Artur Guimarães, diretor da entidade. O ato aconteceu de forma pacífica e não alterou a rotina de funcionamento da refinaria. Na semana passada os petroleiros fizeram uma paralisação parcial de 72 horas em apoio a greve dos caminhoneiros. A demissão de Pedro Parente ocorreu na última sexta-feira (1º). Ele apresentou sua carta de demissão após a crise provocada pela longa greve dos caminhoneiros que colocou no centro do debate a política de preços de combustíveis da estatal. Ele estava no cargo há dois anos. Em uma carta enviada ao presidente Michel Temer, Parente disse que a greve dos caminhoneiros e "suas graves consequências para a vida do país" desencadearam um debate "intenso e por vezes emocional" sobre as origens da crise. E que a política de preços da Petrobras adotada durante sua gestão foi colocada sob "questionamento". Ele, porém, disse também que os "resultados obtidos revelam o acerto do conjunto das medidas que adotamos, que vão muito além da política de preços". A política de preços de combustíveis da Petrobras foi um dos principais alvos dos caminhoneiros durante a paralisação da categoria nos últimos dias. Parente declarou em mais de uma ocasião que não mexeria nos preços e, diante disso, se viu pressionado e sofreu um grande desgaste no comando da estatal.

Fonte Cidade On

(Denny Césare): Manifestantes chamavam os funcionários da refinaria para participar do ato que foi organizado pelo Sindipetro.