Prefeitura de Paulínia decreta Situação de Emergência

A prefeitura de Paulínia decretou Situação de Emergência no fim da noite desta segunda-feira, (28), devido ao desabastecimento de combustíveis em virtude da paralisação dos caminhoneiros que ocorre praticamente em todo país desde a última quarta-feira (23). A decisão foi tomada em reunião que, também foi decretada a formação de um Comitê de Crise que acompanhará toda movimentação e, se necessário, irá adequar necessidades que possam surgir daqui em diante. As aulas na rede municipal de ensino e do PROEB continuam suspensas até quarta-feira (30). Também as cirurgias eletivas e atendimento ambulatorial estão suspensos temporariamente para garantir que os insumos atendam as cirurgias de emergência.

Outra medida adotada emergencialmente para tentar diminuir o desabastecimento e facilitar a vida da população, foi de impetrar uma liminar solicitando à Justiça a liberação para que os postos de combustíveis de Paulínia fiquem liberados para abastecer na Replan e nas empresas que comercializam os produtos derivados de petróleo.

Como ficam os serviços:

Educação: As aulas das unidades escolares de Rede Municipal e do PROEB estão suspensas até quarta-feira;

Saúde: As cirurgias eletivas e atendimento ambulatorial estão suspensos temporariamente; as UBSs continuam com atendimento normal até quarta-feira;

Obras: A varrição, coleta e transporte dos resíduos prosseguem normalmente até quarta-feira;

Transporte: O transporte coletivo urbano prossegue com suas linhas operando normalmente nesta terça e quarta até às 8h, das 8h às 16h no horário de domingo e a partir das 16h volta a operar normalmente. Esse procedimento prossegue até quarta-feira;

Esportes: As atividades das Escolinhas de Esportes estão suspensas até o dia 1º de junho;

Cultura: As aulas da Secretaria de Cultura estão suspensas até o dia 1º de junho;

© 2020 Jornal de Paulínia