Câmara afasta os 13 vereadores e aprova investigação de prefeito Dixon (PP)

02.03.2018

O atual prefeito já foi notificado pela Comissão Processante e terá dez dias para apresentar defesa prévia

 

A Câmara Municipal de Paulínia realizou uma Sessão Extraordinária na última segunda-feira (26), com a presença dos 13 suplentes substituindo os vereadores afastados. A sessão foi presidida pelo vereador Kiko Meshiati (PRB).

 

O prefeito Dixon Carvalho (PP) e os 13 vereadores foram julgados pelos atos indecorosos de compra a venda de votos, crimes de responsabilidade, corrupção ativa e passiva, quebra de decoro.

 

O afastamento foi determinado pelo juiz da 1ª Vara de Paulínia, Carlos Eduardo Mendes, após os treze vereadores rejeitarem a denúncia da troca de cargos por votos em que eles mesmos estavam envolvidos.

Os suplentes, que assumiram os postos, aprovaram por dez votos a favor e três contrários, o afastamento dos vereadores e a criação de uma Comissão Processante (CP) para investigar o prefeito.

 

A nova mesa diretora foi decidida numa ‘sessão relâmpago’ de apenas 31 minutos após a votação, para quem ocuparia as cadeiras, a composição foi: Kiko Meschiati (presidente), Tiguila Paes (vice), Marcelo Domingos de Souza (1º secretário) e Rudney Pereira Bernardo (2º secretário). Eles ficarão nos cargos até o final da CP, que têm prazo de 90 dias para ser concluída.

 

 Dixon Carvalho foi notificado pela CP e poderá incluir no máximo dez testemunhas no processo.

 

 

Do início até o fim

 

O caso começa em fevereiro de 2017 quando a Juíza da 2ª Vara de Paulínia, Marta Brandão Pistelli, proibiu que a Prefeitura iniciasse a contratação de novos funcionários comissionados, ou seja, sem concurso público. A decisão da juíza foi decorrente de uma ação movida pelo Ministério Público (MP) e determinou que a Prefeitura de Paulínia exonerasse cargos comissionados considerados ilegais.

 

Tendo como escopo a liberação de contratações de cargos, Dixon enviou um Projeto de Lei para Câmara de Paulínia que objetivava efetivar uma reforma administrativa, anulando a proibição da Juíza, que foi aprovada em tempo recorde.

 

Entrementes, o ex-secretário municipal de governo, Aristides Ricatto, que assumiu de 1º de janeiro até 26 maio de 2017, foi orientado por Dixon à obter o compromisso dos vereadores para que duas Comissões Processantes acontecessem. As Comissões julgariam a legalidade dos casos RC Nutri e CORPUS. Para esse fim, Dixon determinou que o secretário oferecesse como moeda de troca cargos na Prefeitura Municipal para que os vereadores votassem contra a abertura das CPs. Ricatto negou participar e mesmo assim Dixon prosseguiu com a intensão da compra de votos. Dixon conseguiu que a Câmara não instaurasse nenhuma das duas CPs.

 

Recentemente outra Comissão Processante foi negada, essa referente à investigação sobre o aumento do patrimônio do Prefeito Dixon, que foi de 600 mil para quase 5 (cinco) milhões em menos de 7 meses.

Quando essa última CP foi negada, numa jogada teatral para ganhar, porém com placar estreito, aqueles vereadores compactuados com o governo, votaram contra apenas para amenizar a opinião pública negativa na época.

 

Foram implementados 117 cargos durante todo esse processo, totalizando mais de 4 milhões de reais por ano dos caixas públicos de Paulínia.

 

10 votos favoráveis e 1 contra

 

A denúncia foi aprovada por 10 votos favoráveis e 1 voto contrário do vereador Luciano Ramalho (PP), e tiveram a ausência dos vereadores Carlos Alberto Coelho (PSDC) e Roberto Jacynto Paiva (PTB). Na sessão também ocorreu a anulação da sessão do dia 29 de agosto de 2017.

 

Ficou aprovado o afastamento dos vereadores até o fim das investigações. Conforme a Procuradoria Jurídica da Câmara, os parlamentares afastados negam terem sido beneficiados. A assessoria do prefeito informou que ele está convicto da legalidade de todos os atos praticados em seu governo e que as denúncias são infundadas, resultando de perseguição política.

 

Dixon é notificado pela CP

 

Dixon Carvalho (PP), já foi notificado pela Comissão Processante (CP), e terá dez dias para apresentar defesa prévia por escrito e indicar provas que pretende produzir, além de incluir no máximo dez testemunhas, no processo instaurado na Câmara Municipal e que poderá levar à sua cassação.

 

A CP também vai investigar os vereadores, que deverão ser notificados até sexta-feira (2), de acordo com o presidente da comissão, Tiguila Paes (PPS).

 

Sandro Caprino

 

Enquanto isso, outra investigação aberta na Câmara, para apurar denúncia de que o vice-prefeito Sandro Caprino (PRB) recebe sem trabalhar, ficará parada, até que seja votado o relatório que irá indicar, ou não, a cassação do prefeito e dos 13 vereadores.

Com o afastamento dos vereadores, o vice-prefeito ganhou pelo menos mais três meses para começar a responder às investigações. Ele foi denunciado por Márcio Rosa Santos, assessor de políticas públicas e vinculado ao gabinete do vice, que o acusa de receber salário de R$ 7,7 mil, sem trabalhar. Segundo a denúncia, ele deixou de realizar tarefas do cargo e há oito meses não vai ao Paço.

 

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

21 Feb 2020

Desde 2018, as contas eram reprovadas pelo Conselho Municipal de Saúde 

(Rede Social): Secretário municipal de saúde doutor Fábio Alves e o prefeito Du Cazellato.

Depois duas reprovações, o Conselho Municipal de Saúde aprovou na noite de quarta-feira (19) as contas do último quadrimestre (setembro a dezembro) de 2019 da Secretaria de Saúde.

O relatório apresentado pelo secretário de Saúde, doutor Fábio Alves, foi dividido em etapas e mostrou ao público presente onde e como o orçamento destinado par...

21 Feb 2020

Os governos anteriores de Paulínia deixaram de repassar ao consórcio cerca de R$ 900 mil em contribuições

A Prefeitura de Paulínia quer voltar a compor o quadro de municípios associados ao Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí). O município foi excluído em novembro passado, por conta dos débitos assumidos junto ao grupo. A inadimplência vem desde 2013.

Os governos anteriores de Paulínia deixaram de repassar ao consorcio cerca de R$ 900 mil em co...

21 Feb 2020

Entre os principais motivos para a reprovação das contas está o desequilíbrio entre receitas e despesas

Paulínia e outras oito cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC), tiveram as contas do exercício de 2017 reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), segundo levantamento realizado pela Corte paulista.

As contas reprovadas pertencem às cidades de Paulínia, Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Itatiba, Monte Mor, Santa Bárbara d'Oeste e Santo An...

21 Feb 2020

As empresas vencedoras da licitação foram STP, Sancetur e Rápido Sumaré

A partir de 2 de março, três novas empresas passam a operar o transporte escolar oferecido pela Prefeitura Municipal de Paulínia para alunos das redes municipal e estadual de Educação.

A troca é necessária pois o contrato anterior chegou ao fim e uma nova licitação foi executada pela Administração. Com os novos contratos o investimento ultrapassa R$ 31,2 milhões, porém houve uma redução de 29% do valor esperado para esse inves...

21 Feb 2020

Serão 8 blocos de rua no total: Boca de Sissi, Beeiro, 100 preguiça, DS, Beijo, João Aranha, BR Folia e Pinguins

A administração organizou uma programação para os quatro dias de festa nos principais pontos da cidade (Centro, São José, Poli esportivo e Bom Retiro). O início da festa ocorre sábado (22) e termina na terça feira (25). Serão 8 blocos de rua no total: Boca de Sissi, Beeiro, 100 preguiça, DS, Beijo, João Aranha, BR Folia e Pinguins.
O Bloco que encerra o carnaval na cidade é Boca de Sis...

21 Feb 2020

O total abatido equivale a retirar de circulação uma frota de 920 mil veículos movidos a gasolina

A Rhodia (Grupo Solvay) fechou 2019 com um índice de 96% de redução de suas emissões de carbono no conjunto industrial químico de Paulínia, onde funcionam 27 unidades produtivas. O total abatido equivale a retirar de circulação uma frota de 920 mil veículos movidos a gasolina. A empresa vai iniciar em 2020 um investimento de R$ 20 milhões em projetos com objetivo de tornar o conjunto industrial de Pa...

21 Feb 2020

O ‘agitador’ é conhecido por ter causado tumulto nas Câmaras de Paulínia, Campinas e Valinhos

Conhecido por causar tumulto diversas vezes na Câmara de Campinas, Rodrigo Pavane,  chamado também de “VR”, provocou uma confusão na Câmara de Sumaré, na sessão da noite de terça-feira (18). Segundo os presentes, o tumulto teve início com 50 minutos de sessão, quando estava sendo debatido um requerimento para convocação de um representante da Viação Ouro Verde. Pavane ameaçou de morte os 21 vereadores da...

21 Feb 2020

Atualmente, os moradores pagam seus tributos para Americana e Cosmópolis, porém os serviços públicos essências são de responsabilidade de Paulínia

O secretário de Planejamento, Marco Ward participou na quinta-feira (20), de uma reunião na Prefeitura de Americana, para tratar de assuntos que envolvem os bairros Recanto das Águas, Marieta Dian, São Joaquim, Santa Matilde e Por do Sol, onde existem cerca de 2 mil imóveis.

Ward acompanhado de Tiago Ribeiro e Ângelo Sérgio, respectivamente secretários...

21 Feb 2020

O valor dos créditos de todas as classes arrolados na recuperação judicial é de R$ 2,045 bilhões

A Fertilizantes Heringer teve seu plano de recuperação judicial homologado pela Justiça, informou a companhia em fato relevante divulgado na noite de sexta-feira (14). A decisão foi proferida pela 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia.

O plano já havia sido aprovado pelos credores da empresa em Assembleia Geral, realizada em 3 de dezembro do ano passado, mas ainda aguardava a homologação.

O quadro de cre...

21 Feb 2020

As inscrições gratuitas seguem até o dia 13 de março

Na quarta-feira (19) o Governo do Estado de São Paulo iniciou o processo para contratação de Superintendentes Regionais do DETRAN-SP. Os selecionados serão os responsáveis por representar o órgão em 12 regionais do Estado (Araraquara, Barretos, Sorocaba II, São José do Rio Preto II, Marília, Campinas II, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Baixada Santista, São José do Rio Preto I e Sorocaba), com salário de R$ 8.280,00.

O processo...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia