Moradores de Paulínia passam madrugada para tentar agendar consulta na UBS do São José

Muita gente foi pra fila na madrugada pra garantir uma senha, mas nem todo mundo conseguiu

Muita indignação e revolta durante a madrugada da última sexta-feira (9) na Unidade Básica de Saúde Luiz Cândido Canella Sanches, no bairro São José, em Paulínia.

Paulinenses chegaram uma hora da manhã para retirar senha e tentar agendar consulta na Unidade de Saúde. Porém, muitos não conseguiram garantir uma senha. Uma moradora de Paulínia registrou os momentos.

Iracelma Silva Souza, que capturou as imagens, relatou que chegou na UBS à 1h para uma segunda tentativa em marcar o atendimento. "Aqui é o final da fila. Já tá no portão, nós estamos passando por essa humilhação de chegar à 1h da manhã pra conseguir uma consulta, sendo que na semana passada todas essas pessoas não conseguiram agendar porque na hora do agendamento disse que caiu o sistema. Todo mundo teve que entregar a senha e tivemos que voltar hoje, dia 9", afirmou. Em outro trecho da gravação, após o sol ter nascido, Iracelma explica que as senhas foram entregues, mas que era preciso esperar a abertura da UBS, às 7h. "Estamos aqui, idoso, tá tudo aqui. Aqui não tem preferencial não, viu. A indignação do povo aí, todo mundo pedindo socorro", lamentou. No final da filmagem, a moradora aponta que terminaram as senhas para Clínico Geral. "Disseram que agora só à tarde. Você vem à tarde, mas você não consegue mais

consulta médica. Aí vai mandar vir mês que vem", afirmou.

A Prefeitura de Paulínia disse que distribuiu 200 senhas no período da manhã e outras 200 na parte da tarde. Eles alegam que a quantidade de pessoas é devido à uma falha no sistema e, que o agendamento da última sexta-feira coincidiu com a marcação de consulta com urologistas e também por causa da vacinação da febre amarela.

© 2020 Jornal de Paulínia