Dixon não renova contrato e 200 pessoas ficam desempregadas em Paulínia

Administração do prefeito Dixon Carvalho (PP) não renovou com empresa que prestava serviços telefônicos para Prefeitura e não abriu nova licitação

(Divulgação): Empresa prestava serviços de atendimento telefônico para a Prefeitura de Paulínia

Às vésperas do Natal, 222 funcionários da empresa Call Tecnologia e Serviços, filial de Paulínia, ficarão desempregados. A empresa prestou serviço de atendimento telefônico para a Prefeitura de Paulínia e suas Secretarias durante cinco anos.

Agora, com o fim do contrato, a Administração do prefeito Dixon Carvalho (PP) não renovou com a empresa. No entanto, também não foi aberta uma nova licitação para que o serviço seja prestado, o que gera a dúvida de como ficará o atendimento na Prefeitura a partir de segunda-feira (4).

Segundo informações internas, os 222 funcionários foram avisados cerca de 15 dias atrás do término do contrato e estão cumprindo aviso prévio. A filial da empresa, aberta somente para atender a Prefeitura de Paulínia, será fechada já que não conseguiu absorver os empregados em atendimento a outras empresas.

Até o fechamento desta edição a assessoria da Prefeitura não respondeu o motivo da não renovação com a Call e também quem fará o serviço prestado pela empresa.