Vereadores rejeitam mais duas denúncias contra o prefeito Dixon Carvalho em sessão ordinária

24.11.2017

Danilo Barros, Edilsinho e Flávio Xavier não estiveram presentes na sessão para defender os interesses da população

 

 Na noite da última terça-feira (21), a maioria dos vereadores presentes na 20ª sessão ordinária na Câmara de Paulínia, rejeitaram mais duas denúncias contra o prefeito Dixon Carvalho (PP).

Dessa vez, o prefeito foi acusado de obstrução da Justiça pelo estudante Jhonatan William Lozado de Oliveira e, pelo 3º sargento aposentado da Polícia Militar, Luiz Roberto de Lima  de favorecer o consórcio “Paulínia Sempre Limpa”, que venceu a milionária licitação do lixo da cidade.

Foram ao todo sete parlamentares contra as investigações do prefeito Dixon e quatro a favor. Os vereadores ausentes na votação foram Danilo Barros (PR), Edilsinho Rodrigues (PSDB) e Flávio Xavier (PSDC). Além de todas as outras denuncias, estas eram de extrema importância por se tratar da grande “Operação Purgamentum” e, a presença dos vereadores que foram eleitos pelo povo para representa-los e defender as Leis, se fazia necessária.

Os vereadores que foram a favor e queriam que o prefeito Dixon fosse investigado foram Tiguila Paes (PPS), Kiko Meschiati (PRTB), Fábia Ramalho (PMN) e Fábio Valadão (PRTB). Já os parlamentares que acreditam que o atual prefeito não precisa ser investigado são Marcelo D2 (PROS), Xandynho Ferrari (PSD), Manoel Filhos da Fruta (PCdoB), João Pinto Mota (PSDC), Loira (PSDC), Zé Coco (PV) e Marquinho Fiorella (PSB).

 

Denúncia por obstrução de Justiça

Na denúncia, o estudante Jhonatan William Lozado de Oliveira alegou  que o PRP (Partido Republicano Progressista)  municipal e o ex-presidente da legenda, Mario Lacerda teriam abandonado ações eleitorais que ajuizaram contra o denunciado Dixon (PP),  em troca de cargos no primeiro escalão do atual governo municipal.

De acordo com Lozado, durante a tramitação das ações na Justiça Eleitoral,  a presidência do PRP, antes dirigido por Lacerda, passou para o advogado Carlos Alberto Coelho, que depois foi nomeado primeiro Chefe de Gabinete da Secretaria de Turismo e Eventos e, depois, com a saída do então titular da pasta, David Rodrigues, ele assumiu interinamente a secretaria até o dia 1º deste mês, quando o novo secretário Jarbas Elias Zuri Júnior  foi nomeado para o cargo.

Já Lacerda, que não compareceu a audiência de instrução da AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) 4389, provocando a extinção da ação, sem o julgamento do mérito, teria sido beneficiado pela  nomeação da nora Patrícia Groot Lacerda, para o cargo de Assessora Técnica de Gabinete da Secretaria de Habitação. 

O estudante afirmou não ter dúvidas de que a máquina pública municipal foi usada pelo prefeito Dixon  para impedir que ações, que poderiam ameaçar a permanência dele no cargo e os seus direitos políticos, prosperassem na Justiça Eleitoral da cidade. Os argumentos não convenceram a maioria, que votou pelo arquivamento da denúncia.

 

Infração Político-Administrativa

A segunda denúncia apresentada ao Legislativo contra Dixon, o sargento aposentado Luiz Roberto de Lima afirmou, entre outros fatos, suposto favorecimento ao Consórcio “Paulínia Sempre Limpa”, vencedor da concorrência pública do lixo da cidade, estimada em quase R$ 47 milhões e homologada dia 18 de outubro. 

No entanto, uma decisão desta terça-feira (21),  da juíza Marta Brandão Pistelli, suspendeu os efeitos da referida concorrência, foco da denúncia rejeitada pela Câmara.

A licitação milionária também é um dos alvos da investigação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado) de Campinas, sobre um suposto  esquema de fraudes em licitações e contratos de lixo em Paulínia e outras cidades de São Paulo e Minas Gerais, liderado por uma das empresas contratadas pelo governo Dixon,  a Filadelfia Locação e  Construção.

Lima relatou vários ilícitos, segundo ele, verificados no edital da licitação e no julgamento da Comissão de Licitações do Município, que o dono da Cidade Nova Obras e Serviços Urbanos Ltda, também do consórcio “Paulínia Sempre Limpa”, é o empresário Geraldo Antonio Baraldi, apontado pela Justiça Eleitoral como “doador” de mais de R$ 830 mil à campanha de Dixon no ano passado.

A empresa Senepave Saneamento Ambiental,  que teve o pedido de suspensão da licitação do lixo atendido pela Justiça de Paulínia, também foi citada pelo Policial aposentado. A Senapave contestou judicialmente a habilitação de várias empresas que disputaram a concorrência pública, especialmente as que integram o consórcio “Paulínia sempre Limpa”.

 

Fonte Correio Paulinense

 

 

Compartilhar no Facebook
Gostei
Please reload

28 Jan 2020

Em 2020, pela primeira vez os estudantes poderão fazer a solicitação online, não sendo mais necessário o deslocamento até o Paço Municipal

A Secretaria Municipal de Transportes iniciou nesta terça-feira (28), as inscrições para quem deseja utilizar o sistema de transporte universitário, oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Paulínia.
Em 2020, pela primeira vez os estudantes poderão fazer a solicitação online, não sendo mais necessário o deslocamento até o Paço Municipal.
Todo processo será f...

27 Jan 2020

O evento é aberto para toda população, gestores e servidores que atuam na rede municipal de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove nesta quarta-feira (29), em parceria com o Conselho Municipal de Saúde (CMS) a oficina “Aprender para Atender Saúde da População Negra”.

O evento é aberto para toda população, gestores e servidores que atuam na rede municipal de saúde.
 

Segundo o secretário de Saúde doutor Fábio Alves, o objetivo deste encontro é garantir a população negra um atendimento e...

27 Jan 2020

A novidade foi publicada pelo atual prefeito Du Cazellato (PSDB) em suas redes sociais

Neste fim de semana, os paulinenses receberam uma notícia que agradou e muito a população.

Na manhã do último sábado (25), chegaram ao Parque Zeca Malavazzi quatro novos pedalinhos. A novidade foi publicada pelo atual prefeito Du Cazellato (PSDB) em suas redes sociais.

O prefeito disse que em breve os pedalinhos estarão disponíveis para a população, porém não informou quando deve entrar em funcionamento. Danilo B...

24 Jan 2020

A base da GM irá atender as ocorrências da comunidade com mais agilidade 

A Prefeitura de Paulínia lançou na última semana a licitação para contratação de empresa que irá fazer as adequações necessárias, para instalação da base da Guarda Municipal no João Aranha.

O espaço definido pela Secretaria Municipal de Segurança Pública será a antiga “Casa do Pão”, que fica na Praça Waldemar Perissinotto, conhecida popularmente como “Lagoa do João Aranha”. 

“Com a nova base poderemos atender as ocorrências n...

24 Jan 2020

Volume de recursos envolve investimentos em fundos líquidos, ilíquidos e estressados e representa mais de R$ 1 bilhão de reais em ativos líquidos

A política de governança corporativa, o acompanhamento diário de seus investimentos e a busca por maior qualidade na gestão acabou refletindo nos resultados financeiros do Instituto Pauliprev no ano de 2019. A autarquia previdenciária fechou o exercício com um patrimônio bruto superior a R$ 1,3 bilhão, um recorde no instituto. Esse volume de recursos en...

24 Jan 2020

Empresa opera com até 52 circulares no município e mantêm outros cinco reservas, no total de 57 veículos 

Uma ótima notícia pra população paulinense foi anunciada nesta quinta-feira (23). Mais 10 ônibus verdes chegaram a Paulínia para reforçar a frota da Terra Auto Viação, concessionária do transporte público urbano e rural da cidade. Agora, de acordo com a Prefeitura, a empresa opera nos horários de pico com até 52 circulares no município e ainda mantêm outros cinco reservas, no total de 57 veíc...

24 Jan 2020

Polícia Federal denunciou empresa pelo crime de lavagem de dinheiro no valor de R$ 2,4 milhões 

A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF-PR) denunciou No último dia 16, Paulo Roberto Salvador, representante e administrador da Editora Gráfica Atitude, pelo crime de lavagem de dinheiro no valor de R$ 2,4 milhões. Os crimes teriam sido cometidos entre os anos de 2010 e 2013 por meio da celebração de contratos de prestação de serviços ideologicamente falsos com o Grupo...

24 Jan 2020

As aulas são ofertadas na modalidade de Ensino à Distância (EAD) em áreas de gestão e tecnologia de informação

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, oferece 20 mil vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional do programa Via Rápida Virtual. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até o dia 30 de janeiro através do site www.viarapida.sp.gov.br.

No Via Rápida Virtual, todas as aulas são realizadas de forma online, no modelo de...

24 Jan 2020

Equipes da ROMU de Paulínia realizaram as ações policiais em diversos bairros de Paulínia

Durante operações realizadas em diversos bairros por equipes da ROMU de Paulínia, resultaram em 4 prisões em flagrante por tráfico de drogas no último fim de semana.

Na sexta-feira (17), um indivíduo foi abordado pelo bairro Jardim Amélia em posse de drogas e dinheiro, juntamente com um homem que acabara de comprar drogas com o mesmo. O indivíduo foi apresentado ao plantão policial e preso em flagrante.

Também...

Please reload

© 2018 Jornal de Paulínia