Atletas paulinenses sagram-se campeões na última etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Atleti

O encerramento aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo com a presença de 864 atletas

(PMP): Os atletas paulinenes no pódio, juntamente com os técnicos.


Dois atletas paulinenses paralímpicos da Secretaria Municipal de Esportes de Paulínia sagraram-se campeões durante a última etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação. Agnaldo Francisco da Silva, baixa visão categoria t13 conquistou o ouro nos 100 e 200 metros e, Thiago Lima de Souza, cego total, categoria t11, também foi primeiro colocado na prova de 800 m. Esse é o principal evento do esporte adaptado no Brasil. O encerramento aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo, onde também aconteceu o Campeonato Brasileiro de Esgrima em Cadeira de Rodas. As equipes de três modalidades aproveitaram para fazer os últimos ajustes antes dos respectivos Mundiais.

A edição 2017 do Circuito Loterias Caixa termina após as quatro etapas regionais e as três nacionais. O último estágio, em São Paulo, contou com a presença de 864 atletas, sendo 501 pelo atletismo, 93 no halterofilismo e 270 na natação. Já o Brasileiro de Esgrima em Cadeira de Rodas abriu 41 atletas, de três armas.

Agora os atletas entram num período de transição, onde passam por um descanso para iniciarem o período de preparação, já visando a nova temporada de 2018.

“Foi um campeonato difícil por ser o último do ano, treinei para isso, me dediquei, mas a medalha de ouro foi uma conquista que eu não esperava”, comentou o atleta Thiago.

“Já estava pensando em finalizar minha carreira, mas agora com essa vitória vou repensar” finalizou.

Os técnicos da dupla, os professores Sônia Russo e Heliton Gibi demonstraram satisfação com os resultados e agradeceram toda a equipe pelo trabalho e conquistas de 2017.

O Circuito Caixa Loterias é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.

© 2020 Jornal de Paulínia