Cemep de Paulínia está abandonado

Banheiros não têm portas, torneiras estão quebradas e teto está sem forro

Quem chega ao Centro Municipal de Ensino Profissionalizante de Paulínia (Cemep), na Vila Bressani, já percebe o estado de abandono. Algumas placas ao redor do telhado estão soltas. Na entrada, parte do teto está sem forro; mesma situação se repete na entrada do colégio. Nas pias, um cartaz informa que as torneiras estão interditadas e não funcionam. Os banheiros não têm porta e na sala de aula algumas lâmpadas estão queimadas. E é possível ver as marcas de infiltração nas paredes e no teto.

Os armários, onde os alunos guardam o material, estão cobertos com lona para não molhar. Segundo os alunos, algumas salas de aula estão fechadas. “São três salas interditadas de nove salas no total. Tem aula no laboratório, quando, na verdade, a gente tinha que estar tendo aula dentro da sala de aula. É meio complicado, às vezes bagunça bastante, porque a gente tem que trocar de sala o tempo todo. Mas a gente tem que dar um jeito porque é muita coisa pra gente poder estudar”, disse a estudante, Lavinnya Pereira ao G1.

A Secretaria de Educação de Paulínia disse que desde o mês de fevereiro começou a fazer uma série de reparos na escola e que já arrumou a rede elétrica que apresentava muitos problemas. Já em relação aos outros problemas apresentados, um orçamento já foi feito e, agora, a Secretaria aguarda a aprovação para que o serviço seja feito. Fonte: G1

© 2020 Jornal de Paulínia